Protótipo do primeiro Embraer KC 390, o maior avião já desenvolvido no Brasil

Protótipo do primeiro Embraer KC 390, o maior avião já desenvolvido no Brasil

No âmbito da competição que vai selecionar a nova aeronave de asa fixa para missões de busca e salvamento (SAR) da Força Aérea Real do Canadá (Royal Canadian Air Force –RCAF), a Alenia Aermacchi e Airbus Defence & Space já enviaram as suas propostas, tendo ofertado, respectivamente os aparelhos C-27J e o C295 (confira na galeria abaixo todos os concorrentes da Embraer nesta disputa).

Também é dada como certa a participação da Lockheed Martin com o HC-130J, haja vista a RCAF já opera dezessete unidades de uma série parecida.


As aeronaves a serem adquiridas nessa competição, cuja solicitação de proposta foi emitida no último mês de março, irão substituir seis unidades do De Havilland Canada CC-115 Buffalo e treze unidades do Lockheed Martin CC-130H Hercules, atualmente em operação na RCAF.

A Embraer foi uma das empresas que recebeu a soliticação, e, segundo o seu CEO, Jackson Schneider, “está avaliando seriamente a possibilidade de participar desse processo”. “Nossa proposta pode ser muito atraente”, acrescentou, em notícia publicada site Flightglobal.

A empresa canadense Viking Air, que adquiriu da Bombardier Aerospace os direitos de fabricação das antigas aeronaves produzidas pela De Havilland Canada, está cogitando participar da competição ofertando uma versão modernizada do antigo Buffalo, denominada DHC-5NG, equipada com motores turboélice Pratt & Whitney Canada PW150, um glass cockpit de última geração e totalmente compatível com o uso de OVN (Óculos de Visão Noturna).

Veja mais: Embraer entrega primeiro caça AF-1 modernizado à Marinha

A Bell-Boeing chegou a considerar a possibilidade de ofertar o seu tiltrotor V-22 Osprey para a competição, entretanto desistiu de fazê-lo haja vista sua aeronave não se enquadra no perfil definido pela proposta canadense.

Compare o tamanho do KC-390 com o Boeing 737-800

Compare o tamanho do KC-390 com o Boeing 737-800

Os fabricantes devem enviar as suas propostas até o próximo dia 28 de setembro. O resultado da competição está previsto para o primeiro semestre de 2016.

Os concorrentes do Embraer KC 390: