O AF-1 Skyhawk é configurado para pousar e decolar no porta-aviões NAe São Paulo (Marinha)

O AF-1 Skyhawk é configurado para pousar e decolar no porta-aviões NAe São Paulo (MB)

Um caça AF-1B Skyhawk da Marinha do Brasil caiu no mar nesta terça-feira (26), na região de Saquarema, no Rio de Janeiro. O acidente aconteceu após uma colisão com outra aeronave do mesmo modelo, em treinamento que era realizado a cerca de 100 Km de distância do litoral.

Como informou a Marinha, o piloto ejetou da aeronave e caiu no mar com vida, mas ele ainda não foi encontrado pelo resgate – está em curso uma operação com embarcações e helicópteros da Marinha e bombeiros em busca do tripulante, que não foi identificado.


O outro caça que participava do treinamento retornou em segurança para a Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, de onde a dupla havia decolado.

A aeronave que se acidentou é o veterano caça-bombardeiro Douglas A-4 Skyhawk, que no Brasil recebeu a designação AF-1 e AF-1M, série modernizada pela Embraer. Segundo a Marinha, as causas do acidente ainda estão sendo apuradas.

Esse já é o segundo caça brasileiro que se acidenta em menos de um mês no Rio de Janeiro. No início de julho, um F-5 Tiger biposto da Força Aérea Brasileira (FAB) caiu nos arredores da Base Aérea de Santa Cruz. Nesse caso, os pilotos também conseguiram acionar os assentos ejetores com segurança.

Veja mais: Os caças do terceiro mundo