O primeiro A350-100 da British Airways (Airbus)

Um dia depois do programado, a British Airways recebeu o primeiro jato A350-1000 de uma encomenda de 18 aeronaves feita com a Airbus. O birreator da variante de maior capacidade do modelo pousou no Aeroporto de Heathrow neste sábado (27).

A British Airways planejava receber o jato prefixo G-XWBA na sexta-feira com um evento de inauguração, porém, por conta de problemas com o tráfego aéreo no aeroporto teve que postergar o voo.


“Por mais decepcionante que tenha sido, tivemos que cancelar nossa chegada ao A350XWB por causa da interrupção em Heathrow, que afetou todas as companhias aéreas. Nossa prioridade são nossos clientes e não podemos justificar a inclusão de uma aeronave vazia com slots limitados atualmente disponíveis,” afirmou um porta-voz da companhia.

O primeiro A350 começará a operar em agosto na rota Londres-Madri para a familiarização e treinamento das tripulações. Em outubro, quando outros dois jatos da Airbus forem entregues, serão iniciados os voos de longo alcance para Dubai, Toronto. A previsão é que a entrega das aeronaves será finalizada em 2022.

Renovação de frota

A British Airways optou por diversificar os aviões que farão parte da sua frota de longo alcance. Atualmente, a companhia utiliza aeronaves como os antigos 747-400 e 777 de primeiro geração além do A380, mas também opera o novo 787.


No futuro, além do A350 e 787, a BA também terá o 777X, que terá a missão de substituir o Boeing 747.

Projeção do Boeing 777-9 da British Airways: companhia britânica escolheu o bimotor para o lugar do 747 (Boeing)

Veja também: British Airways quer ampliar sua frota de A380 com aviões usados