Os caças suecos Saab Gripen são a principal aeronave militar da Tailândia (Divulgação)

O Gripen é operado por cinco forças aéreas; os aviões na foto operam com a Tailândia (Divulgação)

Pela primeira vez, uma comitiva brasileira participou da Gripen Users Group, conferência que reúne os operadores do caça Saab Gripen, aeronave que entrará em operação com a Força Aérea Brasileira (FAB) a partir de 2021. O evento aconteceu entre os dias 4 e 8 de dezembro, em Praga, na República Tcheca. O Brasil, que foi confirmado como anfitrião do próximo encontro em 2018, foi representado por quatro militares da FAB.

Participaram do encontro representantes de todas as forças armadas que utilizam o Gripen, hoje em operação com as cores da Suécia, Hungria, Tailândia, África do Sul e República Tcheca.



O Gripen Users Group é realizado todo semestre e composto por um grupo de Aquisição e Desenvolvimento e dois subgrupos – Operacional e Logístico. A Saab, fabricante do caça, apresentou durante o encontro ações desenvolvidas em respostas às soliticações do operadores, o atual estágio do pacote de atualização MS-20 para o Gripen das versões C e D, além de aspectos relativos sobre a segurança de voo de detalhes sobre o desenvolvimento do Gripen NG adquirido pelo Brasil.

Segundo o Major-Brigadeiro Jefson Borges, que liderou a comitiva brasileira, a partir de agora, a FAB participará de todas as reuniões relativas ao novo caça, não somente as do grupo de usuários, mas também as de “Treinamento de Liderança Tática”. Para o militar, esse encontro serviu para que o Brasil, como futuro usuário do Gripen, pudesse ouvir dos operadores – alguns que utilizam o caça há mais de 20 anos – sobre suas experiências, táticas, soluções logísticas, novos desenvolvimentos e problemas que precisam ser resolvidos.

“O Brasil foi um dos principais focos dessa última reunião do Gripen Users Group. Os países operadores mostraram interesse em conhecer como a FAB irá receber e operar o Gripen NG e os nossos desafios, que deixa claro que eles percebem a dimensão do nosso País. Aqui, eles terão não só a oportunidade de conhecer a nossa força aérea, bem como as instalações da Embraer onde o Gripen será montado, em Gavião Peixoto, no Estado de São Paulo. Lá, também, poderão conhecer o KC-390, uma vez que todos os países presentes no evento, este ano, mostraram-se interessados em aprofundar os conhecimentos sobre o dueto Gripen NG e KC-390, que irá revolucionar a FAB”, avalia o Oficial-General.

Veja mais: Embraer KC-390 alcança Capacidade Operacional Inicial