Boeing 737 da BRA

Aos poucos, a BRA volta a operar no mercado brasileiro. Depois de um período de expansão contínua, a empresa teve problemas financeiros e foi obrigada a entrar com um pedido de recuperação judicial em novembro de 2007.

Este ano, a BRA conseguiu o CHETA, o certificado da ANAC que permite que ela opere comercialmente, mas até recentemente, a companhia só podia realizar fretamentos de terceiros.


Na última terça-feira, 16, no entanto, a BRA conseguiu autorização para voltar a operar voos charters, negócio no qual ela iniciou suas atividades. Segundo o site Airfleets, a BRA tem hoje apenas um Boeing 737-300 – PR-GLK – em sua frota.