Os voos da Amaszonas são operados com jatos Bombardier CRJ200 (Divulgação)

Os voos da Amaszonas são operados com jatos Bombardier CRJ200 (Divulgação)

A companhia aérea Amaszonas, da Bolívia, confirmou nesta semana novos voos para o Brasil com destinos no Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu, decolando do aeroporto Viru Viru em Santa Cruz de La Sierra, a partir de 16 de dezembro deste ano.

Os dois trechos serão cobertos por jatos Embraer E190 com 112 assentos. As aeronaves serão incorporadas em agosto pela empresa boliviana, que gradualmente está retirando de serviço seus Bombardier CRJ200, para 50 ocupantes.


Os novos voo da Bolívia para o Brasil já aparecem no sistema de consulta da ANAC. A programação inclui partidas de Santa Cruz às terças, quintas e domingo para o Rio e Foz. As viagens de retorno serão realizadas às segundas, quartas e sextas-feiras.

Essa pode ser uma nova chance para o grupo Amaszonas no mercado brasileiro. No ano passado, a Amaszonas Paraguai operou voos entre Assunção e São Paulo e chegou a anunciar trechos para Campo Grande, Curitiba e Porto Alegre. As operações, porém, foram suspensas.

A Amaszonas é um grupo com duas empresas baseadas na Bolívia e Paraguai. Além de destinos nesses países, a companhia também voa para o Chile, Peru, Uruguai e Argentina.

Veja mais: Mitsubishi pode assumir linha de jatos CRJ da Bombardier