O helicóptero Apache está caminhando para entrar na quinta geração (Boeing)

A nova geração do Apache tem sistemas de busca e mira ainda precisos e pode voar mais rápido (Boeing)

A Boeing e o governo dos Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (14) um acordo para modernizar 117 helicópteros de ataque do US Army (Exército dos EUA). Os aparelhos, da versão AH-64D “Apache Longbow”, serão atualizadas para o novo padrão “AH-64E”, com tecnologias de nova geração e melhor desempenho. O contrato é avaliado em US$ 1,5 bilhão.

A nova versão do Apache, o “Guardian”, tem basicamente as mesmas funções e equipamentos do modelo mais moderno atual, mas atualizados com o que há mais recente, como sistemas de busca e mira mais precisos. Uma das novidades eletrônicas do modelo “E” permite a tripulação a bordo do helicóptero controlar aeronaves não tripuladas voando ao seu redor.


“Os fornecedores do Exército, da Boeing e da equipe de desenvolvomento do Apache vão continuar com uma colaboração valiosa que garante aos soldados acesso as mais recentes tecnologias para ter sucesso na defesa da liberdade”, declarou o coronel Jeff Hager, diretor de projeto de modernização do Apache. A Boeing não divulgou quando o processo de atualização das aeronaves será concluído.

Além dos aparelhos que serão remanufaturados, o US Army ainda pretende adquirir outras 690 unidades do AH-64E Guardian. A Boeing e o governo dos EUA, inclusive, já negociam um contrato para a aquisição de 290 helicópteros de ataque da nova geração. Atualmente, o exército norte-americano possui uma frota com quase 800 Apache ativos.

Terror com hélices

O Apache é considerado um dos helicópteros de ataque mais letais da atualidade e também um dos mais rápidos do mundo, capaz de voar a 365 km/h. Após quase 10 anos de um complexo desenvolvimento, o helicóptero entrou em operação nos EUA em 1986 e vem sendo atualizado constantemente, com equipamentos de busca e armamentos de maior capacidade.

O AH-64 foi desenvolvido pela lendária Hugues Helicopter, que posteriormente foi adquirida pelo grupo Boeing, hoje a “dona” do helicóptero mais temido do mundo. Desde 1983, quando foi iniciada a produção dos primeiros modelos de série, já fabricados 2.000 Apaches. Outros clientes do aparelho são os exércitos de Israel e do Japão, e a marinha do Reino Unido.

Veja mais:  Os helicópteros mais temidos do mundo