O primeiro Boeing 777-300ER da LATAM com a nova pintura (Reprodução/Twitter)

A LATAM Airlines Brasil iniciou ontem (23/7) a operação regular com seu primeiro Boeing 777-300 com as novas cabines remodeladas da companhia. A aeronave de prefixo PT-MUD será responsável até o final de julho pelos voos LA8064, que parte diariamente de São Paulo/Guarulhos com destino a Madri, na Espanha, e o LA8065, que é o trajeto de volta.

O 777 atualizado em serviço com companhia brasileira é a segunda aeronave de longo curso do grupo LATAM a receber a nova configuração de interior. Em março, a LATAM Airlines Peru lançou a nova cabine com um 767.


O grupo LATAM está em meio a um projeto de renovação de 200 aeronaves, aproximadamente dois terços da frota global da empresa. O processo é o maior investimento da história da companhia e vai consumir cerca de US$ 400 milhões. Quase metade deste valor será destinado a reformulação das cabines dos aviões que atendem o mercado brasileiro.

“Estamos mostrando toda a força da LATAM neste investimento massivo em conforto a bordo. No Boeing 777, temos a cabine executiva mais moderna do país com confortáveis assentos que reclinam 180 graus (full flat) e oferecem acesso livre ao corredor, proporcionando total privacidade, além de telas individuais de 18 polegadas”, diz Jerome Cadier, CEO da LATAM Brasil.

A principal novidade na cabine reformulada da LATAM está na classe executiva, agora com assentos que oferecem maior privacidade e recursos de entretenimento mais avançados. A ala tem poltronas distribuídas no esquema 1-2-1, mais prático que o 2-3-2 do layout anterior. Ao todo são 38 assentos na nova Premium Business, enquanto a cabine antiga levava 56 passageiros.

Na classe econômica as mudanças estão nos assentos com novos tecidos e equipados com tomadas de energia e o sistema de entretenimento de bordo mais moderno. A cabine embarca um total de 374 passageiros – e a capacidade máxima do avião chegou a 410 passageiros, contra 379 do modelo anterior.

O Boeing 777 da LATAM Airlines Brasil foi reformulado em Abu Dhabi e, até o fim do primeiro trimestre de 2020, todas as outras nove unidades do mesmo modelo da frota da companhia vão receber o novo padrão de interior.

Veja mais: Buenos Aires recebe primeiro voo comercial de um Airbus A380