A FAB opera o Boeing 767 desde julho de 2016 (FAB)

O Boeing 767 da FAB pode transportar até 38 toneladas de carga ou 257 passageiros (FAB)

O Boeing 767 do Esquadrão Corsário da Força Aérea Brasileira (FAB) realizou sua primeira missão de Evacuação Aeromédica (EVAM). De acordo com a FAB, o jato decolou na sexta-feira (23), às 9 horas, do Rio de Janeiro (RJ) rumo a Manaus (AM) para remover dois pacientes. Da capital amazonense, a equipe seguiu para Brasília para transportar outro paciente.

A tripulação, comporta por três militares da área da saúda, levou os removidos para o Hospital Central da Aeronáutica (HCA) e para o Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG). A aeronave pousou na Ala 11, localizada no aeroporto do Galeão, às 21 horas da sexta-feira.



“Para missões desse porte, são primordiais os treinamentos e cursos. Estou muito feliz e orgulhoso em poder aplicá-los na prática para atender os três pacientes da melhor forma, em conjunto com minha equipe. A atuação dos enfermeiros é o carro chefe do atendimento. Sem eles, a missão não decola”, explicou o Tenente Médico Gustavo Messias Costa, do Instituto de Medicina Aeroespacial Brigadeiro Médico Roberto Teixeira (IMAE), que realizou o atendimento aos pacientes durante os deslocamentos.

Maior avião da FAB

A FAB recebeu o Boeing 767 em julho de 2016 – a aeronave é alugada. O jato foi incorporado com o objetivo de cumprir missões com grandes cargas e de longas distâncias. Segundo a força aérea, a aeronave tem capacidade para transportar 257 pessoas ou então 38 toneladas de cargas. A corporação ainda acrescenta que o avião configurado para tarefas EVAM obedece aos padrões da Organização do Tratato do Atlântico Norte (OTAN).

O 767 da FAB configurado para evacuações aeromédicas segue o padrão da OTAN (FAB)

O 767 da FAB configurado para evacuações aeromédicas segue o padrão da OTAN (FAB)

Apesar do caráter para trabalhos pesados, a FAB também emprega o 767 em tarefas “leves”. O jato de grande porte, por exemplo, já foi utilizado como avião presidencial. Em julho de 2017, a aeronave transportou o presidente Michel Temer em viagem oficial à Alemanha para participar da reunião do G20.

Veja mais: Gripen NG não vai atrasar, garante presidente da SAAB