A Garuda Indonesia é a primeira companhia a cancelar pedidos pelo 737 MAX após os acidentes (Divulgação)

A Garuda Indonesia é a primeira companhia a cancelar pedidos pelo 737 MAX após os acidentes (Divulgação)

A companhia aérea Garuda Indonesia anunciou nesta sexta-feira (22) o cancelamento da encomenda de 49 jatos 737 MAX 8, após os dois acidentes com o novo jato da Boeing em menos de seis meses. A empresa da Indonésia, que já havia recebido uma aeronave, pretendia receber todos os aviões até 2030. O pedido era avaliado em US$ 4,9 bilhões.

“O motivo é que os passageiros da Garuda perderam a confiança e já querem voar no Max”, disse o porta-voz da companhia, Ikhsan Rosan, à agência AFP. “Enviamos uma carta à Boeing solicitando a anulação do pedido.”


O porta-voz da empresa também revelou que uma delegação da Boeing viajará à Indonésia na próxima semana para discutir os próximos passos do cancelamento. A Garuda Indonesia ainda negocia com a fabricante uma possível devolução do único exemplar do 737 MAX 8 que recebeu.

Apesar do cancelar o pedidos por mais unidades do 737 MAX, presidente da companhia, I Gusti Ngurah Ashkara Danapiputra, declarou ao jornal indonésio Detik que a princípio a empresa não considera deixar de operar com aeronaves da Boeing.

“Não queremos substituir a Boeing, mas talvez façamos a opção por outro modelo da companhia”, disse o executivo ao jornal.

Os acidentes com os 737 MAX 8 da Ethiopian Airlines, neste mês, e da Lion Air, em outubro do ano passado, deixaram um total de 346 mortos. As semelhanças entre os dois desastres motivaram agências de aviação civil no mundo todo a proibir voos com o novo jato comercial da Boeing. A fabricante também suspendeu por tempo indeterminado as entregas da aeronave.


Desde 2017, a Boeing entregou 371 jatos 737 MAX (modelos MAX 8 e MAX 9). A fabricante ainda trabalha no desenvolvimento das versões MAX 7 e MAX 10.

A Garuda Indonesia foi a primeira companhia a cancelar seus pedidos pelo 737 MAX após a sequência de acidentes. Já a Lion Air, um dos maiores clientes do novo jato da Boeing com 201 unidades encomendadas, anunciou recentemente o adiamento da entrega de mais aeronaves MAX 8.

Veja mais: Gol suspende operações com o Boeing 737 MAX 8