O primeiro A321LR da TAP: encomenda de 12 aviões para realizar voos transatlânticos incluindo o Brasil (Airbus)

Assim como havia antecipado na época em que recebeu seu primeiro A321LR, a TAP colocará a versão de longo alcance do jato da Airbus em voos para o Brasil. Em abril, durante cerimônia de recebimento da aeronave, Antonoaldo Neves, presidente da companhia aérea portuguesa, afirmou que “No Brasil, o A321LR pode abrir novos mercados no Nordeste e complementar os serviços existentes para cidades como Recife, Natal, Fortaleza ou Salvador”.

No entanto, a cidade brasileira em que deverá estrear o A321LR é Belém. A capital do estado do Pará é hoje atendida por um widebody A330-200 quatro vezes por semana que deverá ser substituído pelo A321LR a partir de 29 de outubro, conforme revelou o site Ponte Aérea com base nos registros de voos programados da ANAC.


Serão três frequências semanais oferecendo 171 lugares em cada voo – 16 na classe executiva, 48 em econômica premium e 107 econômica. O novo jato já voa para destinos como Tel Aviv e Nova York e deve ter sua presença ampliada para a região Nordeste do Brasil, onde seu alcance de 7.400 km permite voos sem escalas.

Hoje a TAP possui apenas dois A321neo LR, além de seis A321neo comuns, mas até outubro a frota da versão deverá crescer para quatro unidades. Há um terceiro avião em final de montagem e um quarto também em produção atualmente. A companhia tem uma encomenda total de 14 A321LR e deve ser uma das próximas clientes da versão XLR, com ainda maior alcance.

Em junho, Antonoaldo admitiu que a companhia pode converter parte dessa encomenda para a versão de ultra longo alcance. No entanto, como ela entrará em serviço apenas em 2023 e as entregas do A321LR deverão se encerrar em 2021, o que faria com que a companhia portuguesa adiasse parte desse aviões.

O Airbus A321XLR: alcance e 8.700 km significa voar sem escalas entre São Paulo e Nova York (Airbus)