(Thiago Vinholes)

Gol e LATAM detém atualmente quase 90% dos slots no aeroporto de Congonhas (Thiago Vinholes)

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) finalizou nesta quarta-feira (31) o processo de distribuição provisória dos 41 horários diários de partidas e chegadas (slots) da Avianca Brasil no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), para as companhias Azul (15 slots), Passaredo (14 slots) e MAP Linhas Aéreas (12 slots).

Segundo a agência, MAP e Passaredo ainda deverão comprovar, junto ao operador aeroportuário e ao órgão de controle do espaço aéreo, o atendimento de requisitos operacionais exigidos para operação no aeroporto. As duas empresas operam com aeronaves turbo-hélice ATR com capacidade para até 70 passageiros.


Em razão das aeronaves de pequeno porte utilizadas pela empresa Two Flex, os 14 slots solicitados foram alocados na pista auxiliar de Congonhas e estão pendentes de confirmação pelo Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA). A companhia voa com monomotores Cessna Caravan com capacidade para nove ocupantes.

Após a aprovação, as empresas poderão iniciar a oferta de voos de acordo com os horários alocados. Caso alguma empresa não seja autorizada a operar, os slots voltarão para o banco e serão distribuídos conforme a Decisão Nº 109, ou seja, até 100% para as empresas que possuem até 54 slots (entrantes) e o restante a ser dividido entre todas as empresas.

Atualmente, 87% dos horários diários disponíveis no aeroporto de Congonhas pertencem às companhias Gol e Latam, que possuem 236 e 234 slots, respectivamente.

Veja mais: Gulf Air pode operar voos domésticos no Brasil