O E195-E2 pode ser configurado para transportar até 146 passageiros; o Azul vai levar 136 (Embraer)

Em semana agitada de pedidos durante o Farnborough International Airshow, que acontece na Inglaterra, a companhia aérea Azul anunciou nesta terça-feira (17) a assinatura de uma carta de compra de 21 aeronaves Embraer E195-E2, aumentando a quantidade de pedidos firmes para 51 unidades. A empresa será a primeira do mercado mundial a voar com o novo jato brasileiro a partir de 2019.

“Estamos muito felizes com o aumento de nossos pedidos de E2s. Nossa frota de aeronaves da Embraer sempre foi e sempre será fundamental para nossa malha e estratégia de frota. Estamos muito satisfeitos com o nosso atual processo de transformação de frota, principal vetor de expansão de margem nos próximos anos. Dado que 50% de nossos E1s serão devolvidos nos próximos 5 anos, esse novo pedido garante a substituição destas aeronaves por aeronaves de nova geração, mais eficientes na queima de combustível, contribuindo para a contínua redução de nossos custos unitários”, afirma John Rodgerson, CEO da Azul.


A Azul é atualmente o maior operador de E195 do mundo, com quase 60 aeronave na frota. A companhia começou a receber seus primeiros E-Jets a partir de 2008 e no final de 2015 recebeu a última aeronave de seu primeiro pedido (de 88 aeronaves, entre modelos E190 e E195), quando anunciou a nova encomenda pelos modelos E2.

Os E195-E2 da Azul serão configurados para receber 136 passageiros, contra 118 do modelo atual. A fuselagem do novo jato da Embraer cresceu quase 3 metros em comprimento, o que permite acrescentar mais fileiras de assentos na cabine. Com um consumo mais eficiente de combustível, a companhia anunciou que espera operar esses jatos com uma redução de pelo menos 26% no custo por assento comparado com a geração atual de E1s que opera.

A Azul é o maior operador do jato E195 no mundo (Joao-Carlos-Medau/Wikimedia)

Falta pouco

Próximo grande lançamento da Embraer na aviação comercial, o E195-E2 passa atualmente pelas etapas finais de testes para certificação de órgãos aeronáuticos. A campanha de ensaios envolve dois protótipos, que voam desde março do ano passado, inclusive com participações em festivais aéreos em outros países.


O E195-E2 é o maior modelo da nova família E2, com 41,5 metros de comprimento. Com essa medida e a capacidade máxima de até 146 passageiros, o próximo jato da Embraer será o maior avião comercial já produzido no Brasil.

O E195-E2 e o KC-390 são alguns dos principais destaques do Paris Air Shoe deste ano (Embraer)

O E195-E2 foi apresentado no Paris Airshow em 2017, junto com o KC-390 (Embraer)

A nova família de aviões da Embraer estreou recentemente na aviação comercial com o E190-E2. O operador de lançamento da aeronave é a companhia Widerøe, da Noruega. A série E2 também inclui o modelo E175-E2, projetado para transportar entre 80 e 80 passageiros. O menor da série está programado para chegar ao mercado em 2021.

Veja mais: Widerøe realiza primeiro voo comercial com o Embraer E190-E2