(Embraer)

Os E195-E2 da Azul serão configurados para receber 136 passageiros (Embraer)

A companhia aérea Azul confirmou o pedido firme de 21 jatos Embraer E195-E2. O acordo havia sido revelado inicialmente no Farnborough Airshow, em julho, com uma carta de intenção. O contrato é avaliado em US$ 1,4 bilhão, de acordo com o preço de lista da aeronave.

Este é o segundo pedido da Azul pelo E195-E2, que em 2015 já havia encomendado 30 jatos. A companhia brasileira será o primeiro operador do novo jato da Embraer, com a primeira entrega programada para 2019. O E195-E2 é o maior avião comercial desenvolvido no Brasil, com capacidade para até 144 passageiros.


Os E195-E2 da Azul serão configurados para receber 136 passageiros, contra 118 do modelo atual. A fuselagem do novo jato da Embraer cresceu quase 3 metros em comprimento, o que permite acrescentar mais fileiras de assentos na cabine. Com um menor consumo de combustível, a companhia já declarou que espera operar esses jatos com uma redução de pelo menos 26% no custo por assento comparado aos E195 da geração atual.

A Azul é atualmente o maior operador de E195 do mundo, com quase 60 aeronave na frota. A companhia começou a receber seus primeiros E-Jets a partir de 2008 e no final de 2015 recebeu a última aeronave de seu primeiro pedido (de 88 aeronaves, entre modelos E190 e E195), quando anunciou a nova encomenda pelos modelos E2.

Veja mais: Embraer entrega E-Jet número 1.500