Rafael Luiz Canossa

Airbus A320neo da Azul: voos para os EUA a partir de Belém do Pará (Rafael Luiz Canossa)

A Azul Linhas Aéreas anunciou na sexta-feira (03) uma estratégia ousada em sua atuação internacional. Em vez de concentrar os voos para os Estados Unidos apenas no seu principal hub, em Viracopos (Campinas), a companhia irá operar a partir de dezembro duas frequências entre Belo Horizonte e Orlando e também entre Belém do Pará e Fort Lauderdale, na Flórida.

O voo a partir de Confins terá quatro frequências semanais na alta temporada (entre 3 de dezembro e 16 de fevereiro) e três frequências semanais na baixa temporada. A escolha do aeroporto era até esperada por ser seu segundo hub no país, com 80 voos diários para 38 destinos nacionais. Com isso, a Azul conseguirá suprir parte da demanda sem precisar aumentar os voos em Viracopos – a aeronave que será usada é o Airbus A330-200.


Já o voo de Belém pode ser uma tacada de mestre da companhia. O aeroporto Val de Cans fica a cerca de 4.500 km de Fort Lauderdale, distância suficiente para um voo direto com o Airbus A320neo, versão aprimorada e de maior alcance do jato mais vendido da fabricante européia.

O objetivo da Azul é transformar o aeroporto da capital paraense num mini-hub para os Estados Unidos, aproveitando a distância relativamente pequena para cidades como Teresina, Fortaleza e Cuiabá: “Com a oferta de quatro voos semanais de Belém para Miami, clientes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste terão ainda mais facilidade no acesso à Flórida. As viagens ficarão mais curtas e haverá mais facilidade para quem quiser sair de Teresina, por exemplo, e chegar em Fort Lauderdale em mais ou menos 9h40”, explicou Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da companhia.

Os voos para Fort Lauderdale ocorrerão quatro vezes por semana a partir de 10 de dezembro. A empresa ainda aguarda autorização das autoridades dos dois países para iniciar as vendas das passagens.

Veja também: Azul prepara subsidiária no Uruguai


JTOcchialini

Airbus A330-200 da Azul (JTOcchialini)