O primeiro A330-900neo da TAP (Airbus)

Após atrasos e promessas não cumpridas, a Airbus enfim entregou o primeiro A330-900neo para a companhia aérea TAP nesta semana. A empresa portuguesa, que decidiu trocar uma encomenda do A350 pela versão atualizada do bimotor, receberá um total de 20 aeronaves até o final de 2019 para serem usadas nas suas rotas internacionais no lugar dos modelos A330 e A340 mais antigos. A estreia do novo avião deve ocorrer na rota Lisboa-São Paulo a partir das próximas semanas.

Os aviões que a TAP receberá são arrendados da empresa Avalon e serão configurados com 298 assentos – 34 lugares na classe executiva (com assentos que reclinam 180º), 96 na econômica plus e 168 na econômica tradicional. Os A330neo da Azul, cinco unidades ao todo, também serão alugados pela mesma companhia de leasing.


“Estou muito feliz em receber o primeiro Airbus A330-900 em nossa frota em expansão. Sua economia e eficiência imbatíveis irão impulsionar nossos negócios ”, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP Air Portugal. “Entregar o primeiro A330neo a um cliente de longa data da Airbus, a TAP Air Portugal, é um marco muito importante para a Airbus”, afirmou Guillaume Faury, Presidente da Airbus Commercial Aircraft.

Apesar do ambiente amistoso, a TAP já pressionava a Airbus para entregar o novo jato há bastante tempo. A previsão era que o A330neo entrasse em operação um ano atrás, mas seguidos atrasos na sua homologação acabaram postergando a data de entrega. A companhia brasileira Azul, da mesma forma, acabou alterando as datas de estreia para 2019 assim que soube que a empresa europeia não conseguiria cumprir o cronograma original.

A cabine Airspace traz novas solução de iluminação e conforto para os passageiros (Airbus)

A cabine Airspace estreará no novo A330-900neo da TAP (Airbus)

25% mais econômico

A versão avançada do A330, a nova série Neo do widebody se aproveita de avanços testados no A350 para tornar seu irmão mais velho mais eficiente. Isso incluiu uma nova asa, motores mais avançados e econômicos Trent 7000 fornecidos pela Rolls Royce, além de uma cabine mais confortável e moderna. No caso da TAP, ela é a Airspace, desenvolvida pela própria Airbus.


Segundo o fabricante, esses aprimoramentos fazem do A330-900neo um jato capaz de oferecer um consumo de combustível cerca de 25% inferior ao de aviões do mesmo porte mais antigos. Além disso, o novo avião possui um alcance maior que o capacita a ligar vários destinos que antes só eram atendidos por uma escala.

A Airbus possui hoje 234 encomendas firmes do A330-900neo, a maior versão do avião. Já o A330-800neo recebeu seu primeiro pedido recentemente, embora ainda não firme: a Kuwait Airways assinou uma carta de intenções de compra para oito unidades.

Veja também: Companhia do Kuwait será a primeira cliente do A330-800neo