A Flybondi está de olho em 13 destinos no Brasil (Divulgação)

A Flybondi opera com jatos Boeing 737-800 NG (Divulgação)

Mais uma companhia aérea “low-cost” está chegando ao mercado brasileiro. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu, nesta terça-feira (2), a autorização operacional a empresa aérea argentina Flybondi para iniciar seus voos regulares para o Brasil.

A empresa informou que iniciará suas operações com três voos por semana entre Buenos Aires e Rio de Janeiro a partir de outubro deste ano. Este será o segundo trecho internacional da Flybondi, que também voa para o Paraguai. A companhia de baixo custo estreou na Argentina em janeiro de 2018 e atende atualmente 12 destinos no país com jatos Boeing 737-800 NG.


A autorização operacional é a última etapa para que uma empresa estrangeira inicie voos regulares no Brasil. A autorização de funcionamento no país foi emitida pela ANAC em fevereiro de 2019.

A Flybondi será a terceira empresa low-cost a voar no Brasil, após o início das operações da chilena Sky Airline e da europeia Norwegian.

O voo entre Buenos Aires e Rio de Janeiro é uma das tantas rotas planejadas pela Flybondi para o mercado brasileiro. Em 2017, a empresa recebeu uma concessão de 15 anos no ministério dos transportes da Argentina para operar 85 voos, sendo 26 deles para cidades no Brasil.

A Flybondi tem uma política de preços altamente competitivos. Os bilhetes da empresa para trechos domésticos custam entre 299 pesos (cerca de R$ 27,39) e 899 pesos (R$ 82,35), segundo o site da companhia (que não informa as taxas de embarque). Já o voo para Assunção, no Paraguai, é cobrado em dólar e parte de US$ 59 (R$ 227).

Veja mais: Justiça proíbe ANAC de redistribuir slots da Avianca Brasil