A pista do aeroporto em São Roque pode receber jatos executivos de grande porte (Divulgação)

O primeiro aeroporto do Brasil focado em aviação executiva, construído pela iniciativa privada, recebeu nesta segunda-feira (2) a homologação final da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para exploração comercial e abertura ao tráfego aéreo público. Trata-se do “São Paulo Catarina Aeroporto Executivo”, localizado em São Roque (SP), que será inaugurado no próximo dia 16 de dezembro. A autorização concedida pela ANAC tem validade de 10 anos e pode ser renovada.

O aeroporto é administrado pela JHSF Participações, empresa nacional que atua nos setores de shopping centers, incorporação imobiliária, hotelaria e gastronomia.


O terminal à beira da Rodovia Castelo Branco ocupa uma área de aproximadamente 2 milhões de m², com cerca de 50 mil m² de hangares e 50 mil m² de pátios. A pista do aeroporto, com 2.470 metros de extensão, pode receber pousos e decolagens de jatos executivos de grande porte, como os modelos Lineage 1000E da Embraer (baseado no jato comercial E190) e o Dassault Falcon 8X. O aeródromo também é habilitado para receber voos internacionais.

Segundo a administradora do aeroporto executivo, o tempo de viagem dos principais distritos de negócios de São Paulo até o terminal no interior é de 35 minutos pra quem for de carro ou 12 minutos de helicóptero – o aeroporto também conta com um heliponto. O terminal ficará aberto 24 horas por dia e não terá restrição de horários de operação (slots), informou a JHSF.

Veja mais: LATAM lança serviço de stopover nos aeroportos de São Paulo