Boeing 777-300 da Alitalia: alugado, único jato tem atendido rotas com maior demanda (Adam Moreira)

Duas semanas depois de anunciar o aumento dos voos entre São Paulo e Roma, a Alitalia revelou nesta segunda-feira (4) mais uma ampliação, desta vez de equipamento. A partir desta semana, a companhia aérea passa a utilizar nos voos AZ678 e AZ679 o Boeing 777-300ER em vez do 777-200 em dois dias, quintas e domingos.

Com isso, o número de assentos crescerá de 293 para 382 lugares (89 a mais), todos eles disponíveis na classe econômica que passa a ter 328 lugares – a classe executiva Magnífica mantém os 24 assentos assim como a Econômica Premim, com 24 poltronas.



O investimento nas rotas sul-americanas (além de São Paulo também Rio e Buenos Aires foram ampliadas) demonstra que a Alitalia tem buscado crescer em mercados onde tem menos concorrentes. Em março passado, a Latam passou a voar para Roma, mas com um avião de menor capacidade.

Por falar em avião, o 777-300 em questão, prefixo EI-WLA, foi alugado em setembro do ano passado da empresa Aercap e batizado como “Roma”. É o único exemplar da versão, que tem maior capacidade que os 777-200 utilizados pela Alitalia nos demais dias na rota.

A empresa aérea, que está sob intervenção do governo italiano, deve ser leiloada em outubro, ainda sem detalhes claros. Há interessados em fatiá-la ou assumir apenas partes da empresa.

Veja também: Latam anuncia voo para Lisboa e reconhece interesse em Munique

Boeing 777-200 da Alitalia: modelo continua sendo o mais usado no Brasil (Masakatsu Ukon)