O primeiro componente do BelugaXL foi transportado por um dos atuais cinco BelugaST da Airbus (Divulgação)

O primeiro componente do BelugaXL foi transportado por um dos atuais cinco BelugaST da Airbus (Divulgação)

A Airbus recebeu nesta semana em sua fábrica em Toulouse, na França, a primeira seção frontal do primeiro BelugaXL, a nova geração do avião de carga de uso interno da empresa. O componente, montado e equipado pelo fornecedor francês Stelia Aerospace, foi transportado de Méaulte para a principal linha de montagem do grupo europeu a bordo de um BelugaST.

Segundo dados da Stelia, a seção enviada para a Airbus, também chamada de “nariz” da aeronave, tem 12 metros de comprimento, 6 m de largura, 4 m de altura e pesa 8.200 kg. O conjunto ainda conta com 60 km de cabos distribuídos em 1.200 m de conduítes elétricos e 400 metros de tubos metálicos e de material composto.


O BelugaXL está planejado para entrar em serviço em 2019 e a frota completa de cinco aeronaves estará totalmente operacional até o final de 2025. A nova aeronave projetada para transportar grandes componentes de aviões entre as fábricas da Airbus é baseada no jato comercial A330-200, enquanto o Beluga atual é uma variante do antigo A300-600.

Super transportador

Os cargueiros Beluga são parte fundamental do processo de produção da Airbus na Europa, que tem fábricas de grandes componentes espalhadas pela França, Alemanha, Espanha e Reino Unidos. Os itens que não podem ser transportados por terra, são conduzidos pelo exótico avião, em serviço desde 1995.

O nariz do primeiro BelugaXL foi montado e equipado pela Stelia Aerospace (Divulgação)

O nariz do primeiro BelugaXL foi montado e equipado pela Stelia Aerospace (Divulgação)

Antes de voar com o BelugaST, a Airbus cumpria essas mesmas operações com uma frota de Super Guppy, cargueiro quadrimotor turbo-hélice desenvolvido pela Boeing. Com o desenvolvimento de aeronaves com portes cada vez maiores, um cargueiro de maior capacidade foi necessário, situação que volta a se repetir com a exigência do BelugaXL.

Como já anunciado pela Airbus em maio, o primeiro BelugaXL será customizado com a cara de uma baleia, desenho escolhido em votação entre o funcionários da empresa.

O primeiro BelugaXL está programado para entrar em operação em 2019 (Divulgação)

O primeiro BelugaXL está programado para entrar em operação em 2019 (Divulgação)

Veja mais: Conheça os maiores aviões do mundo