O futuro da aviação comercial já começou a ser projetado: aeronave híbrida deve voar em 20 anos (imagem - Airbus)

O futuro da aviação comercial já começou a ser projetado: aeronave híbrida deve voar em 20 anos (imagem – Airbus)

Em menos de duas décadas a Airbus pretende por no ar uma nova família de aeronaves com sistema de propulsão híbrido-elétrico apoiado por motores a diesel. Um pequeno exemplo dessa tecnologia já pode ser conferida na aeronave experimental E-Fan, que possui motorização elétrica. No entanto, para o projeto futurista, as dimensões e capacidades serão mais “generosas”. O plano é criar um avião de transporte regional com capacidade para até 100 passageiros.

Como explica o fabricante, a futura aeronave híbrida terá características semelhantes a do conceito N3-X da Nasa, apresentado a cinco anos atrás. Nesse projeto, o avião é impulsionado por motores elétricos e os propulsores a combustão, no caso turbinas a gás, geram a eletricidade necessária para o deslocamento. É um princípio semelhante ao de alguns automóveis híbridos, que usam seus motores convencionais como estensor de autonomia.


O projeto da Airbus é proposto com motores auxiliares a diesel, solução que a empresa considera mais viável dentro do cronograma proposto. Segundo a empresa, os motores diesel devem gerar cerca de 6 MW de potência para os propulsores elétricos, que chamados de “Fan”.

Veja mais: Empresa canadense propõe avião feito com fibras de maconha

Devido a configuração, é possível que essas novas aeronaves sejam mais lentas que as atuais, mas certamente terão um índice de emissões poluentes significativamente inferior.

Enquanto avança com novo projeto, a Airbus vai continuar testando algumas dessas novas tecnologias com o E-Fan, que já provou ser eficiente – a aeronave recentemente cruzou o Canal da Mancha, entre a Inglaterra e França. De acordo com a empresa, avião experimental será produzido em série a partir de 2017 e servirá principalmente em escolas de aviação.


O plano da Airbus é criar uma aeronave com motores elétricos e a diesel (Imagem - Airbus)

O plano da Airbus é criar uma aeronave com motores elétricos e a diesel (Imagem – Airbus)

A Airbus também está desenvolvimento uma versão ampliada do E-Fan, para até quatro pessoas e equipada com um motor a combustão para aumentar o alcance. O modelo atual comporta apenas duas pessoas e possui apenas motores elétricos alimentados por baterias de lítio.

Veja mais: Horizon X2, o hidroavião elétrico para levar toda a família