A Air Seychelles recebeu o primeiro de dois A320neo que serão alugados pela CBD Aviation (Airbus)

A Airbus entregou nesta quinta-feira o primeiro A320neo para uma companhia aérea na África, a Air Seychelles, da República das Seicheles. A aeronave recebida pela empresa é arrendada pelo grupo multinacional CDB Aviation, que tem uma encomenda de 90 aeronaves (53 A320neo e 31 A321neo).

A companhia da pequena ilha africana no Oceano Índico opera dois A320 da primeira geração e em breve vai receber mais um A320neo alugado pela CBD Aviation. O novo jato da Air Seychelles é configurado para receber 174 passageiros, 38 ocupantes a mais que os modelos da série anterior.


A Air Seychelles voa atualmente para seis destinos, sendo três rotas domésticas e voos internacionais para hubs em Dubai, África do Sul, Índia, Ilhas Maurício e um trecho sazonal para Madagascar. Outros aviões operados pela empresa são um jato Airbus A330-200 e cinco turbo-hélices DHC-6 Twin Otter.

Airbus na África

A Airbus tem atualmente 38 clientes na África, contando companhias que já operam aeronaves e outras que ainda vão receber. A região tem um total de 234 jatos do grupo europeu em operação, dos quais 145 são da família A320.

Outras quatro companhias do continente africano também têm pedidos por jatos da A320neo. São elas a Air Cotê d’Ivoire (da Costa do Marfim), Nile Air (Egito), Tunisair (Tunísia) e a Compagne Africaine d’Aviation (Congo).

A320neo

O A320neo estreou na aviação comercial em janeiro de 2016, com a Lufthansa. Desde então, a Airbus entregou mais de 800 aeronaves para quase 100 companhias aéreas. E esse número ainda vai aumentar e muito: a Airbus tem pedidos por mais de 5.700 examplares do novo jato. No Brasil, a aeronave é operada pelas companhias Azul e LATAM Airlines Brasil – as duas empresas também absorveram 20 modelos (10 cada uma) que eram usados pela Avianca Brasil.

A Azul iniciou seus voos comerciais com o A320neo em dezembro de 2016 (Airbus)

A Azul já tem quase 30 jatos A320neo em operação (Airbus)

De acordo com a Airbus, a versão reformulada do A320 proporciona uma economia de combustível de até 20% por assento. As principais alterações na série Neo são os motores de nova geração mais eficientes e o “Sharklets” nas pontas asas, componentes que ajudam a reduzir o arrasto aerodinâmico da aeronave.

A produção do A320neo é realizada 24 horas por dia ao redor do mundo sem parar. A aeronave é finalizada em fábricas da Airbus da França, Alemanha, Estados Unidos e na China.

Veja mais: Azul, MAP e Passaredo ficam com slots da Avianca em Congonhas