O A330 é o jato de grande porte mais popular na China, com 202 exemplares em operação (Airbus)

O A330 é o jato de grande porte mais popular na China, com 202 exemplares em operação (Airbus)

A Airbus inaugurou nesta quarta-feira (20) o Centro de Conclusão e Estrega do jato A330 em Tianjin, China, dando mais um passo em seu plano de expansão no país, que caminha para se tornar o maior mercado de aviação comercial do mundo. Junto da inauguração da nova instalação, a fabricante também entregou um A330-200 à companhia aérea Tianjin Airlines. A aeronave foi montada e equipada em Toulouse, na França, por operários chineses e europeus.

O novo centro da Airbus na China fica no mesmo local onde já existe uma linha de montagem final e centro de entregas do jato A320, em operação desde 2008. O grupo europeu atua no país asiático por meio de uma parceria com consórcio Tianjin Free Trade Zone (TJFTZ) e a fabricante chinesa Aviation Industry Corporation (AVIC).

A nova instalação responsável pela finalização do A330 na China é composta por uma oficina de pintura e montagem de cabine, hangar de pesagem e um centro de testes de voo de produção. Segundo a Airbus, o centro empregará mais de 250 funcionários e deverá ser capaz de entegras duas aeronaves por mês até o início de 2019.

O A330 é o jato widebody (fuselagem larga) mais popular na China, com 202 unidades em operação com nove companhias aéreas. A Airbus ainda tem em circulação no mercado chinês outros 1.282 jatos da família A320.

 

Veja mais: British Airways quer fabricar combustível de jato a partir de lixo