Projeção dos A320neo das quatro companhias do grupo Indigo (Divulgação)

A Airbus nem teve tempo de sentir o golpe de ver o A350 perder a encomenda da Emirates para o 787. Nesta semana, durante o Dubai Airshow, a empresa anunciou o maior negócio já realizado por ela. Trata-se da venda de nada menos que 430 aviões para o grupo Indigo Partners, holding que controla diversas companhias aéreas de baixo custo pelo mundo.

Foram 273 unidades do A320neo e 157 do A321neo num negócio de US$ 49,5 bilhões (mais de R$ 161 bilhões). As aeronaves serão distribuídas por quatro companhias, a saber:


Wizz (Hungria) – 72 A320neo e 74 A321neo
Frontier (EUA) – 100 A320neo e 34 A321neo
JetSMART (Chile) – 56 A320neo e 14 A321neo
Volaris (México) – 46 A320neo e 34 A321neo

Essas companhias já são operadoras de aviões da Airbus num total de 427 encomendas realizadas em períodos diferentes.

“Este compromisso significativo para 430 aeronaves adicionais sublinha o potencial de crescimento de nossa família de companhias aéreas de baixo custo, bem como nossa confiança na família A320neo”, disse Bill Franke, executivo da Indigo Partners. “Nossas companhias aéreas sabem que uma ótima aeronave é um ótimo plano de negócios que criará valor para nossos clientes. Estamos ansiosos para oferecer conforto e baixas tarifas para mais passageiros em todo o mundo enquanto a Wizz Air, Volaris, JetSMART e Frontier continuam a se expandir “, completou.

Com a encomenda gigante, a Indigo será a maior cliente individual de aeronaves de corredor único da Airbus. Os primeiros jatos serão entregues a partir de 2021.

Mais encomendas

A Airbus anunciou ainda outros clientes. O grupo CDB Aviation Lease Finance DAC assinou contrato para 45 unidades da família A320neo, um desdobramento de uma carta de intenção assinada anteriormente. Já a empresa de leasing Golden Falcon Aviation assegurou a compra de 25 aviões também da família A320neo que serão repassados para a companhia Wataniya Airways, do Kuwait. Por fim, a Air Sénégal, nova companhia do país africano, reservou duas unidades do A330neo que devem entrar em operação em 2018.

Veja também: Primeiro A380 é estocado na França

Executivos da Indigo Partners assinam memorando de compra de 430 Airbus (Divulgação)