O A320 foi o "best-seller" da Airbus em 2017, com 558 unidades entregues (Airbus)

O A320 foi o “best-seller” da Airbus em 2017, com 558 unidades entregues (Airbus)

O grupo Airbus divulgou nesta segunda-feira (15) o seu balanço de entregas e encomendas de aeronaves comerciais em 2017, que acumulou crescimento pelo 15° ano consecutivo. Segundo a companhia, foram entregues 718 aeronaves para 85 clientes no ano passado, o que representa uma elevação de 4% comparado ao recorde anterior, de 688 entregas em 2016.

O avião “best-seller” da Airbus como de costume foram os jatos da família A320. Ao todo, a fabricante entregou 558 aeronaves da série (A319, A320 e A321), incluindo 181 unidades da nova geração A320neo, lançada em 2016.



Entre os aviões de grande porte do grupo europeu, a série A350 XWB puxou a lista de entregas, com 78 unidades em 2017. Em seguida ficaram o A330, com 67 exemplares entregues, e o “gigante” A380, com 15 unidades entregues no ano passado.

Além do recorde de entregas, a Airbus acumulou mais 1.109 pedidos por jatos comerciais de 44 clientes. Desta forma, o grupo agora tem uma lista de encomendas (backlog) de 7.265 aeronaves, avaliadas em US$ 1,059 trilhões (a preço de lista das aeronaves).

“Um novo recorde de entregas da Airbus combinado ao nosso quinto melhor resultado em pedidos foi um encerramento notável para o nós”, comentou Fabrice Brégier, diretor de operações e presidente da Airbus Commercial Aircraft.

A Airbus entregou 558 modelos A320, sendo 181 deles da nova série A320neo (Airbus)

A Airbus entregou 558 modelos A320, sendo 181 deles da nova série A320neo (Airbus)

Airbus vs Boeing

A vantagem da Boeing sobre a Airbus em 2017 foi de 45 aeronaves. A fabricante dos Estados Unidos também bateu um novo recorde de entregas no ano passado e manteve a liderança no mercado de aviação comercial. O grupo europeu, em contrapartida, superou o fabricante americano em encomendas: 1.109 pedidos contra 912 do concorrente.

A concorrência entre as fabricantes no segmento do aviões de um corredor foi apertada, mas a Boeing ficou na frente. Ao todo, a fabricante americana entregou 592 modelos da série 737 (incluindo as primeiros exemplares da nova geração 737 MAX) em 2017, contra 558 jatos da família Airbus A320.

A Boeing também entregou mais aviões de grande porte que a Airbus no ano passado. Somando as entregas dos modelos 747, 767, 777 e 787, a companhia americana somou 234 entregas de aeronaves widebody (fuselagem larga), também chamados de aviões com dois corredores. A Airbus, por sua vez, entregou no mesmo período 160 jatos dessa categoria (A330, A350 e A380).

A Airbus entregou 15 jatos A380 em 2017; o Boeing 747 somou 14 entregas (Airbus)

A Airbus entregou 15 jatos A380 em 2017; o Boeing 747 somou 14 entregas (Airbus)

Marcos da Airbus em 2017

O ano passado foi um dos mais importantes na história da Airbus. Um dos principais marcos da empresa foi a ativação de mais um linha de montagem do A320, desta vez em Tianjin, na China. A fabricante agora produz os jatos da família A320 em quatro plantas diferentes: Hamburgo, na Alemanha, Mobile, nos EUA, Toulouse, na França, além da nova linha de montagem chinesa.

Outros acontecimentos importantes do grupo europeu no ano passado foram a entrega do 100° jato A350 e também o 100° modelo A380 para a companhia Emirates Airlines, o principal operador do maior avião de passageiros do mundo. A empresa também comemorou a entrega do 50° modelo A320 produzido da unidade nos EUA, em operação desde 2016.

Veja mais: Com futuro incerto, Airbus A380 completa 10 anos no mercado