A Airbus vai produzir 100 helicópteros H135 na China no período de 10 anos (Airbus)

A Airbus vai produzir 100 helicópteros H135 na China no período de 10 anos (Airbus)


Após encomendar 300 aeronaves da Boeing e mais 130 da Airbus, a China agora quer helicópteros, e em grandes volumes. O governo chinês selou um acordo de US$ 800 milhões com a Airbus Helicopters para adquirir 100 modelos H135 e receber uma nova fábrica da empresa em seu território. A negociação foi definida durante visita da chanceler alemã Angela Merkel ao país.

Segundo comunicado da Airbus, a nova fábrica de helicópteros será construída em Qingdao, na província de Shandong. A data de inauguração, porém, ainda não foi divulgada. De acordo com a fabricante, os 100 aparelhos H135 serão construídos na futura planta no período de 10 anos após o início de suas atividades.

E a Airbus Helicopters não está na China à toa: a fabricante europeia detém 40% do mercado de helicópteros da China. Não só isso, é esperado no país uma demanda por cerca de 5.000 novas aeronaves de asas rotativas nos próximos 20 anos.

O modelo H135, por sua vez, é um dos helicópteros mais populares na China, muito utilizado como ambulância aérea e também em serviços policiais.

Os H135 chineses serão empregados principalmente para serviço médico e policial (Airbus)

Os H135 chineses serão empregados principalmente para serviço médico e policial (Airbus)

A Airbus possui, desde 2009, uma fábrica de aviões na China, em Tianjin. Em pouco mais de quatro anos, a unidade já entregou mais de 200 jatos de passageiros A320.

Veja mais: China apresenta jato comercial para brigar com Airbus e Boeing