Os voos da Amaszonas entre Campinas e Assunção são operados com o jato canadense Bombardier CRJ 200 (Divulgação)

O jato canadense Bombardier CRJ 200 da Amaszonas tem capacidade para 50 passageiros (Divulgação)

A companhia aérea Amaszonas del Paraguay estreou nesta semana no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). A operação, iniciada na quinta-feira (17), é um voo diário entre Viracopos e Assunção, capital paraguaia, realizado com o jato Bombardier CRJ 200, com capacidade para 50 passageiros.

De acordo com a empresa, a nova rota facilita a viagem de turistas e empresários de Campinas e do interior de São Paulo para países vizinhos. A base da Amaszonas, em Assunção, ainda oferece voos diários para Cidade del Este (PAR), Buenos Aires (ARG), Montevidéu (URU) e Santa Cruz de la Sierra (BOL) e três vezes por semana para Salta (ARG) e Iquique (CHI).


“Não faz sentido viajar uma hora e meia ou duas horas de carro de Campinas até São Paulo para embarcar para Assunção, Montevidéu ou Buenos Aires, por exemplo, quando uma viagem de avião de Viracopos duraria praticamente o mesmo tempo. Viracopos possui sua própria área de influência, são 3,3 milhões de passageiros em potencial da região metropolitana de Campinas e quase 10 milhões de pessoas que vivem num raio de distância de 80km do aeroporto, é uma demanda reprimida significativa”, disse a gerente de Linhas Aéreas de Viracopos, Graziella Delicato.

A nova rota para o Paraguai é o quarto destino internacional operado a partir de Viracopos. O aeroporto de Campinas também tem voos diários para Fort Lauderdale e Orlando, nos Estados Unidos, e Lisboa, em Portugal, todos operados pela Azul.

Veja mais: Aeromexico e Air Europa vão voar para o Brasil de Boeing 787