Aeroporto de Denver: hub da United Airlines (Bmurphy380)

Ele é o hoje o 5º aeroporto mais movimentado dos Estados Unidos, à frente por exemplo do famoso John F. Kennedy, de Nova York, mas entre os 160 destinos que opera, o Denver International Airport, não inclui o Brasil. Ao menos por enquanto porque no que depender do seu operador, nosso país, assim como a China, estão entre as prioridades do terminal aéreo.

Em encontro do setor de aviação na cidade, a vice-presidente de desenvolvimento de serviços aéreos do aeroporto, Laura Jackson, afirmou que os turistas brasileiros representam uma grande oportunidade para Denver: “Nós recebemos muitos pedidos a respeito do Brasil porque temos muitos esquiadores do país que vêm ao Colorado”.


A cidade americana, localizada no meio-oeste do país, é a capital do estado do Colorado e tem hoje pouco mais de 700 mil habitantes. Por ficar próxima a Aspen, uma das mais conhecidas estações de esqui do mundo, Denver tem se beneficiado do aumento do fluxo de turistas para a região.

Em 2018, o aeroporto internacional teve umas das maiores taxas de crescimento entre os principais terminais dos EUA: foram 64,5 milhões de passageiros contra 62 milhões do JFK – a lista é liderada por Atlanta (107 milhões), Los Angeles (88 milhões), Chicago (83 milhões) e Dallas (69 milhões).

Mas, afinal, qual companhia aérea poderia almejar essa possível demanda? Entre as americanas a escolha natural seria a United Airlines que possui um dos seus maiores hubs em Denver. Já as brasileiras, apenas a LATAM e a Azul possuem aviões capazes de voar sem escalas entre Rio ou São Paulo até Denver, distante pouco mais de 9 mil km em linha reta das duas maiores cidades do Brasil.

Hoje a LATAM é a única companhia do nosso país a voar para a Costa Oeste – a empresa passou a servir Las Vegas no ano passado – a American Airlines, por sua vez, voa para Los Angeles e Dallas.

Estação de esqui em Aspen: destino de brasileiros (AspenSkiingCompany)

Veja também: Confira quais são os melhores aeroportos do mundo em 2019