(Saab)

O display WAD é uma das tendências para os caças de nova geração  (Saab)

A força aérea da Suécia decidiu seguir a mesma ideia dos brasileiros e vai equipar o painel de seus novos caças Gripen E com displays panorâmicos fabricados pela AEL Sistemas, de Porto Alegre (RS). Esse é um raro momento da indústria nacional, com uma empresa brasileira promovendo transferência de tecnologia e tornando-se exportadora de componentes manufaturados para finalização de instrumentos bélicos avançados, no caso o novo avião de combate da Saab.

A decisão da Suécia por usar o display da AEL Sistemas, anunciada no final de novembro, foi tomada após sessões de treinamento com pilotos suecos e brasileiros em simuladores de voo equipados com a tela panorâmica (de 19 x 8 polegadas) de alta resolução. Os aviadores da força aérea sueca concluíram que a apresentação dos dados apresentados de forma combinada na tela única é uma solução melhor que a anterior, que usa três displays separados.



O nome técnico da tela desenvolvida pela empresa gaúcha é WAD, de Wide Area Display (display de tela larga ou panorâmica). Essa tecnologia permite exibir uma imagem contínua em toda a sua extensão combinando diversas informações de voo e ataque, e capaz de receber entradas de teclas multifuncionais e touch screen. Um display desse tipo aumenta o que os pilotos de caça chamam de “consciência situacional tática”, a capacidade de perceber elementos em um espaço e tempo e tomar decisões.

Em termos de displays para aviões de combate, o WAD é o que existe de mais avançado nesse segmento. Apenas um avião de combate utiliza essa tecnologia no mundo todo até o momento, o Lockheed Martin F-35. O próximo será o Gripen E.

Além do WAD, a AEL Sistemas também vai fornecer para os caças suecos (e brasileiros) os sistemas de Head-Up Display (HUD) e o Helmet Mounted Display (HMD), um monitor montado no capacete do piloto que permite “marcar” alvos aéreos apenas movimentando a cabeça.

Os 60 caças Gripen E encomendados pela Suécia serão equipados com os equipamentos da empresa porto-alegrense a partir de 2020. Os Gripen da FAB, de uma encomenda de 36 aeronaves, serão entregues a partir de 2021.

A força aérea da Suécia, a princípio, havia escolhido o painel tradicional com três displays (Saab)

A força aérea da Suécia, a princípio, havia escolhido o painel tradicional com três displays (Saab)

“Estamos satisfeitos com o fato de a escolha de uma configuração específica de displays, realizada pela Força Aérea Brasileira, ter sido aceita para equipar os caças Gripen E da Força Aérea Sueca, padronizando as duas frotas com uma configuração de última geração, que coroa a parceria entre a AEL e a Saab. Tanto o WAD quanto os outros dispositivos são únicos e oferecem aos pilotos do Gripen E/F uma consciência situacional que não existia no passado”, diz Sergio Horta, presidente da AEL Sistemas.

Agora, a empresa brasileira torna-se parte da cadeia de produção global do Gripen. Todos os pedidos futuros do caça terão os três displays (WAD, HUD e HMD) desenvolvidos pela AEL Sistemas como padrão.

“Este é um passo muito importante no desenvolvimento e inovação do Gripen E/F globalmente. Exportar este tipo de equipamento, complexo e exclusivo, é resultado de uma cooperação efetiva entre Brasil e Suécia, e é um grande momento na cooperação industrial no programa Gripen em todo o mundo”, diz Mikael Franzén, diretor e chefe da unidade de negócio Gripen Brasil da Saab Aeronautics.

O segundo Gripen E de teste é equipado com um computador de voo mais potente (SAAB)

Os primeiros Gripen E – ou Gripen NG – da FAB serão entregues a partir de 2021 (Saab)

Empresa gaúcha de grupo israelense

Fundada em 1982 e antes conhecida Aeroeletrônica, a AEL Sistemas mudou de nome (que é uma abreviação do nome anterior) em 2001 depois que virou uma subsidiária do grupo Elbit Systems, de Israel. A empresa baseada em Porto Alegre desenvolve e produz sistemas eletrônicos militares e espaciais, para aplicação em plataformas aéreas, marítimas e terrestres.

A AEL participa do programa Gripen no Brasil desde 2015 e já entregou três protótipos do WAD para o Gripen do Brasil. A AEL Sistemas também trabalha no desenvolvimento de softwares de interfaces “homem-máquina”, os sistemas para interação dos pilotos do Gripen com a tela panorâmica.

A Elbit Systems dos Estados Unidos, por sinal, está desenvolvendo uma versão atualizada do painel WAD para o F-35. O caça da Lockheed Martin deve receber as mudanças a partir de 2021.

Atualmente, somente o caça norte-americano F-35 possui o display panorâmico (Divulgação)

Somente o caça norte-americano F-35 possui o display panorâmico; O Gripen E será o próximo (Divulgação)

Veja mais: Air Astana, do Cazaquistão, recebe primeiro Embraer E190-E2