A companhia BRA opera voo regionais na Suécia com aeronaves turbo-hélice (ATR)

A companhia BRA opera voo regionais na Suécia com aeronaves turbo-hélice (ATR)

Uma ATR 72-600, operado pela companhia sueca BRA, decolou do Aeroporto de Estocolmo nesta quarta-feira (1) em direção a Umeå abastecida com uma mistura composta por 45% de óleo de cozinha usado e o restante de combustível convencional. Esse foi o primeiro voo de uma aeronave turbo-hélice ATR realizado com biocombustível.

“O desafio de hoje é obter uma produção em grande escala de biocombustíveis a custos acessíveis, evitando ao mesmo tempo um impacto negativo sobre o meio ambiente”, disse Christian Scherer, CEO da ATR. “As companhias aéreas suecas, como a BRA, podem aproveitar a enorme expansão de suas florestas, juntamente com a operação de turbopropulsores eficientes em termos de combustível, para alcançar o ambicioso objetivo de reduzir para metade suas emissões de CO2 até 2025”, acrescentou.

Florestas cobrem atualmente mais de 50% do território da Suécia e, não só isso, elas crescem a uma taxa de 120 milhões de metros cúbicos anualmente. Segundo estimativas do governo sueco, para tornar o tráfego aéreo doméstico do país completamente livre de combustíveis fósseis exigiria menos de 2% do crescimento florestal total por ano.

Enquanto isso, a ATR investe no que chama de “tecnologias virtuosas” e colabora para os esforços de pesquisa e desenvolvimento ambiental na Europa, incluindo apoio a clientes e governos locais no desenvolvimento de planos de negócios relacionados à seleção de combustível, roteamento, certificação e disponibilidade de biocombustíveis.

Veja mais: Aviões da United realizam voos com biocombustível de fezes