Jato Westwind pousa sem uma das rodas na Flórida

Um jato executivo de origem israelense IAI Westwind realizou um pouso de emergência no aeroporto internacional de Sarasota-Bradenton, na Flórida, na sexta-feira (28). A aeronave, que havia decolado de Belize, no Caribe, voava para Tampa, porém, uma das rodas do trem de pouso principal foi perdida e a tripulação optou por realizar um pouso num aeroporto alternativo.

O pouso de emergência foi gravado pela TV local, que acompanhou a aproximação e o toque na pista, além da saída dos quatro ocupantes, que não se feriram. No vídeo, é possível ver que, apesar da destreza do piloto, o trem sem a roda acaba por direcionar o jato executivo para a esquerda que invade a área gramada até parar de forma abrupta. Apesar do impacto, pareceu não haver grandes danos no avião. Segundos após a parada da aeronave, os quatro ocupantes desceram de forma até tranquila e logo as equipes de bombeiros estavam ao lado do jato.

Projeto americano-israelense

O Westwind é um jato executivo de desenho um pouco diferente da maioria dos modelos dessa categoria. Ele surgiu baseado num turboélice de asa alta, o Aero Commander, mas ganhou asas à meia altura com tanques nas pontas das asas – sua cauda tem estabilizadores também à meia altura.

Ele voou pela primeira vez em janeiro de 1963 e começou a ser entregue em 1965, ou seja, é um dos primeiros jatos executivos do mundo. Como a Rockwell adquiriu a Aero Commander pouco tempo depois e já possuía um jato executivo, o Sabreliner, foi preciso vender o Westwind, então adquirido pela fabricante israelense IAI.

Com a IAI, o Westwind evoluiu, ganhando novos e mais potentes motores e até uma fuselagem ligeiramente maior.Uma versão patrulhamento marítimo foi desenvolvida para o governo israelense. Cerca de 440 aeronaves foram fabricadas até 1987, sendo 150 delas pela Aero Commander. O exemplar acidentado foi construído em 1976, é da versão 1124 e pertence a uma empresa de leasing.

Veja também: Entenda o crosswind ou vento de través

Jato executivo Westwind também já operou no Brasil (Bidgee)