O Stratolauch é a aeronave com a maior envergadura já construída: 117 metros (Divulgação)

O Stratolauch é a aeronave com a maior envergadura já construída: 117 metros (Divulgação)

A lista dos maiores aviões do mundo foi alterada nesta semana. O gigantesco Stratolaunch foi apresentado nesta quarta-feira (31) na California, nos Estados Unidos, onde foi iniciada a fase de testes em solo. A aeronave é projetada para lançar foguetes espaciais a 10.000 metros de altitude, método que reduz significativamente os custos de operações espaciais.

“Nas próximas semanas e meses, estaremos conduzindo ativamente os testes terrestres e de voo. Esta é a primeira aeronave deste tipo, por isso vamos ser cuidadosos durante os testes e priorizar a segurança de nossos pilotos, equipes e pessoal. O Stratolaunch está no caminho certo para realizar sua primeira demonstração de lançamento já em 2019”, contou Jean Floyd, CEO da Stratolaunch Systems, empresa criada por Paul Allen, co-fundador da Microsoft.

O Stratolaunch tem proporções colossais: são 72 metros de comprimento e 117 metros de envergadura, o que faz dele a maior do mundo nesse quesito. Como comparação, a largura da aeronave supera o comprimento de um campo de futebol, que tem em média 100 metros.

A empresa americana ainda afirma que o aparelho, impulsionado por seis motores a jato iguais aos do Boeing 747, poderá decolar com peso máximo de 589.670 kg, sendo 250.000 kg de carga, no caso foguetes espaciais transportando satélites ou até veículos tripulados na parte central do avião gigante com duas fuselagens. A única aeronave que supera o Stratolaunch em peso é o Antonov AN-225, capaz de voar com mais de 600.000 kg.

Com tal porte, o Stratolaunch ganhou o apelido “Ruc”, ave mitológica da cultura persa capaz de erguer um elefante.

A envergadura do Stratolauch superou a do lendário Spruce Goose, de 1947 (Airway)

A envergadura do Stratolaunch superou a do lendário Spruce Goose, de 1947 (Airway)

Lançador de foguetes

O plano inicial Stratolaunch Systems é criar uma plataforma aérea para lançar o foguete Pegasus XL, capaz de transportar satélites até a baixa órbita terrestre (entre 80 km e 360 km de distância da superfície terrestre). Esse mesmo veículo já é lançado a partir de aviões, como o bombardeiro B-52.

O desenvolvido da aeronave é realizado em parceria com a Scaled Composites, empresa fundada Burt Rutan, que é considerado um dos mais brilhantes projetistas aeronáuticos da atualidade. Outro projeto conhecido de Rutan, que também já foi membro da NASA, é o SpaceShipOne, encomendado pelo grupo Virgin, do bilionário Richard Branson, cuja concepção é semelhante a do Stratolaunch, mas em menor escala.

Veja mais: As espaçonaves do século 21