Hoje já aposentados na Austrália e EUA, o F-111 podia voar a mais de 2.600 km/h; até hoje é um dos aviões mais rápidos da história (RAAF)

1200px-RAAF_F111

Hoje já aposentados na Austrália e EUA, o F-111 podia voar a mais de 2.600 km/h; até hoje é um dos aviões mais rápidos da história (RAAF)