KC-390 estreará Ala 11 da FAB, no Rio de Janeiro (Divulgação)

A Força Aérea Brasileira dará início a uma renovação sem precedentes em sua história a partir de 2018. É quando serão entregues os dois primeiros KC-390 fornecidos pela Embraer. O jato de transporte militar terá a importante missão de substituir um dos mais veneráveis aviões do mundo, o C-130 Hercules, em serviço na FAB desde 1964.

Para receber o KC-390, a Aeronáutica criou a Ala 11, uma nova unidade sediada na base aérea do Galeão e que concentrará a força de transporte da força. Além da função primária, o KC-390 também desempenhará outras tarefas como reabastecimento em voo – com desempenho mais apropriado que o do turbo-hélice Hercules. Também participará de operações de busca e salvamento e pousará na Antártida para apoiar a base brasileira no continente.

Mas não é apenas na versatilidade da aeronave que a FAB levará vantagem, o KC-390 também é mais capaz que o C-130. O compartimento de cargas, por exemplo, tem 18,5 metros de comprimento, 3,45 m de largura e 2,95 m de altura enquanto o Hercules oferece apenas 15,8 m (comprimento), 3,1 m (largura) e 2,7 m (altura). São 23 toneladas de carga contra 20,4 toneladas do Hercules e até 80 para-quedistas contra 64 do avião americano.

Mesmo a autonomia não chega a ser tão inferior ao turbo-hélice: são 2.730 km com carga máxima, cerca de 1.000 km a menos que o C-130. Em compensação, sua velocidade de cruzeiro é 45% superior, 870 km/h comparado a 602 km/h do rival.

Hercules da FAB: mais de cinco décadas em operação (FAB)

Em busca de novos clientes

Com a proximidade da entrada em operação, a Embraer agora intensificou as negociações com diversos interessados no avião. Depois de Portugal, que deverá ser o primeiro cliente no exterior, a fabricante fará demonstrações do voo com KC-390 na Feira de Le Bourget, na França, a partir do dia 19 de junho. Antes disso, o protótipo PT-ZNJ, que já está na Europa, faz uma uma apresentação para a Força Aérea da Suécia. Há cerca de 60 unidades pré-encomendadas do aparelho por enquanto, além dos 28 jatos adquiridos pela FAB.

KC-390: capacidade superior ao C-130 (FAB)

Veja também: O que falta para o KC-390 estrear?