O BelugaXL será capaz de transportar duas asas do jato A350, enquanto o modelo atual leva apenas uma (Airbus)

O BelugaXL será capaz de transportar duas asas do jato A350, enquanto o modelo atual leva apenas uma (Airbus)

O BelugaXL, a nova geração do cargueiro da Airbus, vai estrear em 2019 com cara de baleia, com direito até a um sorriso de uma ponta a outra da fuselagem. O desenho foi escolhido, com 40% dos votos, por funcionários da fabricante europeia. O novo jato de transporte é baseado na família A330, ao passo que os Beluga da primeira geração derivam do veterano A300.

“Propusemos seis desenhos diferentes para nossos funcionários escolherem. Todos respeitavam a identidade de nossa marca com pinturas convencionais e inusitadas, chegando até mesmo a acrescentar um toque de diversão”, explicou Tim Orr, diretor de marca da Airbus.

A Airbus já confirmou que vai construir cinco unidades do novo Beluga. A aeronave especial é usada para transportar asas e grandes seções de fuselagem de aviões produzidas nas diferentes fábricas da empresa na Europa para as linhas de montagem final, na França, Alemanha e Espanha.

A Airbus opera desde 1996 cinco Beluga A300-600ST, que a partir de 2019 serão substituídos pelo modelo de nova geração, de maior capacidade. Antes do Beluga, a fabricante europeia utilizava o Boeing Super Guppy nessa função, impulsionado por quatro motores turbo-hélice.

Veja mais: Primeiro Airbus A321neo começa a voar com a Virgin America