O KC-390 pode transportar até 26 toneladas de carga, capacidade que supera a do C-130 Hercules (FAB)

O KC-390 pode transportar até 26 toneladas de carga, capacidade que supera a do C-130 Hercules (FAB)

O Conselho de Ministros de Portugal aprovou nesta quinta-feira (8) o início das negociações do país e a Embraer para a aquisição de cinco cargueiros KC-390, com opção de compra para uma unidade, além de um simulador de voo para treinamento de pilotos.

Tal como a escolha da Força Aérea Brasileira (FAB), o objetivo dos militares portugueses também é o de substituir a antiga frota de quadrimotores turbo-hélice C-130 Hercules – os modelos da Força Aérea de Portuguesa (FAP) devem ser aposentados em até 10 anos.

O valor da negociação não foi divulgado e isso não deverá acontecer por hora, como aponta a mídia portuguesa, uma vez que trata-se “do início de um processo negocial”. Cada unidade do KC-390 é avaliada em aproximadamente US$ 85 milhões. Também não foi divulgado nenhum prazo de entrega.

Com esta decisão, Portugal é o primeiro cliente estrangeiro a dar sequência à carta de intenção de compra da nova aeronave da Embraer. Outros países que também assinaram esse documento são Argentina, Chile, Colômbia, República Tcheca e Suécia. O primeiro operador do KC-390 será a FAB: os dois primeiros aviões, de um pedido de 28 unidades, serão entregues em 2018.

Portugal participa do projeto

A indústria aeronáutica portuguesa tem participação fundamental no desenvolvimento do KC-390. Uma série de componentes críticos da aeronave, como partes da fuselagem, asas e superfícies de controles são construídas na unidade da Embraer em Évora e também pela OGMA, em Alverca – empresa portuguesa com participação majoritária da Embraer.

O programa de desenvolvimento do KC-390 foi iniciado em 2009, após confirmação do pedido da Força Aérea Brasileira para substituir a frota dos Hercules, da Lockheed Martin.

Parte da fuselagem do KC-390, em construção em Alverca (OGMA)

Parte da fuselagem do KC-390, em construção em Alverca (OGMA)

O primeiro protótipo do KC-390 realizou o voo inaugural a partir da fábrica da Embraer em Gavião Peixoto (SP) no dia 3 de fevereiro de 2015. Os dois modelos de testes construídos para a campanha de ensaios somam atualmente mais de 1.000 horas de voo.

Assim como o Hercules, o novo avião militar da Embraer é projetado para uma série de operações, tais como transporte de cargas e tropas, reabastecimento aéreo, busca e resgate e combate a incêndios.

Veja mais: O que falta para o Embraer KC-390 estrear?