O 737 MAX 9 é o substituto do modelo 737-900NG (Boeing)

O 737 MAX 9 é o substituto do modelo 737-900ER Next Generation (Boeing)

A Boeing programou o primeiro voo do 737 MAX 9 para a próxima quinta-feira (13), a partir da fábrica em Renton, no estado de Washington, nos Estados Unidos. Segundo a fabricante, a decolagem está programada para às 10:00 e a aeronave de nova geração deverá realizar um voo de aproximadamente 3 horas.

Vale lembrar que essa é uma semana pra lá de especial para a Boeing. A empresa comemorou no último domingo os 50 anos do primeiro voo do 737, hoje o jato comercial mais popular do mundo, cuja produção já passou das 9.500 unidades.

O novo 737 MAX 9, até o momento o maior modelo programado da nova geração do 737 MAX, é projetado para realizar voos de 6.500 km com até 220 passageiros. O avião é o substituto natural do 737-900ER da linha “Next Generation”.

De acordo com a Boeing, o 737 MAX 9 está programado para entrar em operação comercial a partir de 2018. A primeira entrega do 737 MAX 8, primeiro modelo da nova geração, é prevista para maio deste ano, para a companhia Malindo Air, da Malásia – – no Brasil, o primeiro 737 MAX será entregue à Gol, em 2018.

Os 737 MAX 8 e 9 serão seguidos pelo 737 MAX 7 em 2019 e pelo modelo de maior capacidade MAX 200, enquanto estudos e discussões seguem em andamento com os clientes da Boeing a fim de expandir a família de aeronaves. A fabricante também anunciou a possibilidade de desenvolver o 737 MAX 10X, que poderá ser o maior 737 da história, com 44,5 metros de comprimento, proposto para concorrer com o Airbus A321.

A família 737 MAX já tem até o momento mais de 3.600 pedidos de 83 clientes em todo o mundo.

Veja mais: Jato comercial mais popular do mundo, Boeing 737 completa 50 anos