Estranho, mas revolucionário: o SF50 tem bom desempenho e leva até 7 passageiros (Cirrus Aircraft)

Estranho, mas revolucionário: o SF50 tem bom desempenho e leva até 7 passageiros (Cirrus Aircraft)

O conceito de “jatinho” acaba de ser redefinido. A Cirrus Aircraft recebeu nesta segunda-feira (31) a “certificação de tipo” da FAA (Autoridade federal de aviação nos Estados Unidos) para o SF50 Vision, o primeiro monojato executivo do mundo. Com essa documentação, a fabricante pode iniciar as entregas das aeronaves já encomendadas. Como informou a empresa, as primeiras unidades serão entregues ainda neste ano.

O SF50 Vision é uma aeronave VLJ (sigla em inglês para Jatos Muito Leves), mesma categoria do Embraer Phenom 100, que é bimotor. Segundo a Cirrus, dez aeronaves estão em processo de fabricação na linha de montagem, na fábrica em Duluth, em Minnesota, nos EUA, enquanto a lista de encomendas já conta com cerca de 600 pedidos firmes.

A aeronave, que também é a primeira com motor a jato desenvolvida pela Cirrus, pode transportar até sete passageiros, com velocidade máxima de 555 km/h e 8.500 metros de altitude (28 mil pés). Segundo a fabricante, o alcance máximo do aparelho é de 2.040 km.

Cada unidade do Cirrus SF50 Vision é avaliada em cerca de US$ 1,9 milhão (aproximadamente R$ 6,5 milhões).

E se o único motor do falhar?

O monojato da Cirrus é equipado com um sistema de paraquedas balístico (CAPS) que pode ser acionado no caso de uma emergência. O aparato, também presente em outros aviões da Cirrus, desacelera a queda da aeronave até retornar ao solo, em segurança.

Os aviões da Cirrus são equipados com paraquedas balístico de emergência (Cirrus Aircraft)

Os aviões da Cirrus são equipados com paraquedas balístico de emergência (Cirrus Aircraft)

O jatinho da Cirrus também é oferecido no Brasil, pelo mesmo preço pedido nos EUA (em dólar). O modelo é o avião com motor a jato mais em conta do segmento executivo.

Veja mais: Embraer Legacy 650E vem com 10 anos de garantia