A Mitsubishi já está realizando a etapa de voos de testes com o MRJ90, para 92 passageiros (Divulgação)

A Mitsubishi já está realizando a etapa de voos de testes com o MRJ90, para 92 passageiros (Divulgação)

A Mitsubishi Aircraft Corporation anunciou no final de abril que o primeiro protótipo do jato MRJ70 entrou da fase de montagem final, na fábrica em Nagoya, no Japão. O modelo é o menor da série MRJ (Mitsubishi Regional Jet), com capacidade para transportar de 70 a 80 passageiros. A aeronave já é testada em voo na versão MRJ 90, para até 92 ocupantes.

O MRJ70 é proposto em três versões: standard, ER (Extended Range – Alcance Estendido) e LR (Long Range – Longo Alcance), que poderão percorrer distâncias de 1.880 km a 3.740 km. O MRJ90, com lançamento previsto para 2020, também será oferecido com essas opções de autonomia. O primeiro operador da aeronave será a companhia All Nippon Airways, do Japão.

A fabricante japonesa, no entanto, ainda não divulgou nenhuma data para o primeiro voo do MRJ70, tampouco uma previsão de estreia comercial. Diferentemente do MRJ90, que já conta com mais de 240 unidades encomendadas, o modelo de menor porte ainda não tem pedidos.

Os números de porte e desempenho divulgados pela Mitsubishi colocam o MRJ70 como concorrente do Embraer E175, o menor modelo da série E-Jets, com capacidade para até 86 passageiros e alcance de 3.890 km.

Atrasos

O MRJ90 voou pela primeira vez em novembro de 2015, mas o programa de desenvolvimento vem enfrentando uma série de atrasos e a aeronave, que tinha estreia prevista para 2018, agora deve chegar ao mercado somente a partir do segundo semestre de 2020.

A Mitsubishi ainda não divulgou quando será o primeiro voo do MRJ70 (Divulgação)

A Mitsubishi ainda não divulgou quando será o primeiro voo do MRJ70 (Divulgação)

O desenvolvimento da série MRJ foi iniciado em 2003 e o plano original previa ter aeronave pronta para operações comerciais em 2014. Até o momento, a fabricante japonesa construiu quatro protótipos do MRJ90, sendo que três deles estão voando nos Estados Unidos, onde a maioria dos testes é realizado.

O MRJ é o primeiro avião comercial com motores a jato desenvolvido no Japão (não confundir com o HondaJet, uma aeronave de transporte executivo). A última vez que indústria japonesa se aventurou na avição comercial foi com o bimotor turbo-hélice NAMC YS-11, produzido entre 1962 e 1974, aeronave que ficou conhecida no Brasil como “Samurai”.

Veja mais: Embraer completa primeiro voo com o E195-E2