O monojato Stratos 714 tem alcance de até 2.770 km (Stratos Aircraft)

Levando quatro passageiros, o monojato Stratos 714 tem alcance de até 2.770 km (Stratos Aircraft)

A startup norte-americana Stratos Aircraft confirmou a apresentação do “jato pessoal ultra-leve”, como ela mesmo define, modelo 714 em duas das maiores e mais importantes feiras de aviação geral e executiva dos Estados Unidos este ano, numa tentativa de atrair investimento e completar o desenvolvimento da aeronave.

Em entrevista ao site Flight Global, Carsten Sundin, diretor de tecnologia da fabricante, afirmou que o jatinho será apresentada ao público no AirVenture show, em Oshkosh, programado para julho, e na NBAA Business Aviation Convention & Exhibition, em outubro, realizada em Orlando. “Isso irá maximizar a exposição da aeronave e ajudar a trazer novos parceiros para a mesa de negociações”, disse o executivo.

O Stratos 714 fez seu primeiro voo, de apenas 10 minutos de duração, em 21 de novembro de 2016, após cinco anos de desenvolvimento. Desde então, a aeronave realizou outros cinco voos, cada um durando cerca de 30 minutos. “Teríamos voado mais se as condições meteorológicas fossem favoráveis”, afirmou Sundin, em referência a temperaturas abaixo de zero na base da empresa de Redmond, no estado do Oregon. “Vamos intensificar os testes de voo quando o tempo melhorar”, acrescentou.

A aeronave, impulsionado apenas por um motor a jato (o Pratt & Whitney JT15D-5), foi projetada para alcançar velocidade máxima de 769 km/h e voar por distâncias de até 2.770 km. O 714 pode transportar de quatro e seis passageiros.

O jatinho da Stratos é avaliado em US$ 2 milhões (Stratos Aircraft)

O jatinho da Stratos é avaliado em US$ 2 milhões; a fabricante, porém, ainda não aceita pedidos (Stratos Aircraft)

“Não há nada mais como ele no mercado hoje”, diz Sundin. O único concorrente do 714 no espaço de jatos pessoais é o Cirrus SF50 Vision, que, segundo o diretor da Stratos, é cerca de 180 km/h mais lento e de menor alcance, com 2.200 km. “Nossa aeronave tem as características e desempenho de um jato de negócios muito maior”, diz ele.

A aeronave é projetada para transportar de quatro a seis ocupantes, incluindo o piloto (Stratos Aircraft)

A aeronave é projetada para transportar de quatro a seis ocupantes, incluindo o piloto (Stratos Aircraft)

Como explicou o diretor, a Stratos não abrirá o livro de pedidos para o jatinho, avaliado em US$ 2 milhões (cerca de R$ 6,2 milhões), até que possa se comprometer com uma data de certificação, o documento emitido por autoridades aeronáuticas que libera a venda da aeronave. “Não queremos fazer promessas que não podemos cumprir”, diz Sundin. Enquanto isso, a Cirrus já começou a entregar os primeiros SF50, atualmente o único jato executivo monomotor disponível no mercado.

Veja mais: Airbus A380 vai virar peça de museu