As nova política de cobrança e venda de alimentos da Latam vale somente no mercado doméstico (Airbus)

As nova política de cobrança e venda de alimentos da Latam vale somente no mercado doméstico (Airbus)

A forma como a Latam vende suas passagens em voos domésticos vai mudar. A direção da companhia aérea anunciou nesta terça-feira (13) que vai iniciar a venda de alimentos e bebidas a bordo e também a cobrança pela bagagem despachada, além de implementar uma nova política de tarifas “mais flexíveis”, como explicou Jerome Cadier, CEO da divisão brasileira da empresa. As alterações começam no final deste mês, de forma gradual.

“Vamos oferecer mais opções de tarifas para diferentes perfis de passageiros. O produto agora é modular, configurável”, contou Cadier. Com a alteração na política de cobrança dos bilhetes, divididos em quatro modalidades, a companhia espera aumentar em 50% o volume de passageiros transportados até 2020. “Nesse mesmo período o preço médio das passagens será reduzido em 20%”, antecipou o CEO da Latam.

A venda de alimentos a bordo será realizada por meio do menu “Mercado Latam”, com 52 opções, como sanduíches, doces e bebidas, incluindo opções alcoólicas. O pagamento poderá ser feito em dinheiro ou no cartão de crédito (Visa e Mastercard).

Já a cobrança pelo despacho de bagagens será de R$ 30,00 para compras antecipadas, feitas no momento da emissão do bilhete. Para aquisições efetuadas a qualquer momento antes do voo, pelos meios de compra da companhia (site, call center, agências, aplicativo), o preço sobe para R$ 50,00. Já para as compras feitas no balcão de check-in, lojas ou totens de aeroportos, o valor será de R$ 80,00.

Os preços dos produtos no menu "Mercado Latam" começam em R$ 4,00 e vão até R$ 30,00 (Latam)

Os preços dos produtos no menu “Mercado Latam” começam em R$ 4,00 e vão até R$ 30,00 (Latam)

Novas tarifas

A Latam vai oferecer quatro opções de passagens: Promo, Light, Plus e Top. No momento da compra, o consumidor terá a liberdade de optar por diferentes perfis de tarifas, selecionando aquele que é mais adequado à sua necessidade.

Além disso, caso o cliente escolha um perfil de tarifa que não inclui o despacho de bagagem, ele poderá adquirir o serviço separadamente a qualquer momento. A tabela a seguir mostra quais serão os perfis de tarifas domésticas da companhia e seus respectivos pacotes de benefícios inclusos:

Veja mais: Brasil tem passagens aéreas mais baratas do mundo, aponta pesquisa