O MC-21 é o jato mais barato de sua categoria: custa US$ 70 milhões (Irkut)

O MC-21 é o jato mais barato de sua categoria: custa US$ 70 milhões (Irkut)

O primeiro protótipo do jato comercial MC-21, da fabricante russa Irkut, iniciou nesta semana testes de rodagem no aeródromo na sede da empresa, em Irkutsk. Os ensaios são uma preparação para o voo inaugural da aeronave, informou a companhia em sua página oficial. A data da primeira decolagem, no entanto, ainda não foi definida.

Como explica a Irkut, os sistemas da aeronave serão verificados em provas de taxiamento e aceleração. “A preparação para o início dos testes de voo está sendo realizada de acordo com o cronograma”, informa o site da fabricante, que planejou o voo inaugural do jato para este ano. Já a estreia comercial do modelo é prevista para 2019.

O modelo colocado em fase de testes é o MC-21-300, a maior versão da aeronave, projetada para transportar 211 passageiros e realizar viagens de até 6.000 km. A outra opção da aeronave será o MC-21-200, para 165 ocupantes e autonomia de 6.400 km. Esse modelo, contudo, ainda não tem data definida para ser apresentado.

Assim como o jato chinês COMAC C919, que voou recentemente pela primeira vez, o MC-21 foi desenvolvido para competir com os tradicionais Airbus A320 e o Boeing 737, atualmente os jatos comerciais mais vendidos do mundo.

O segmento no qual essas aeronaves concorrem, dos narrowbody (corredor estreito), é o que mais cresce no mundo: até 2035 serão necessários mais de 6.000 novos aviões desse tipo no mundo todo.

O MC-21-300 é projetado para transportar até 211 passageiros (Irkut)

O MC-21-300 é projetado para transportar até 211 passageiros (Irkut)

O valor do MC-21 é estimado em cerca de US$ 70 milhões. Essa cifra coloca o jato russo como o mais barato de sua categoria. A Irkut já recebeu pedidos por quase 200 unidades da aeronave, de 10 companhias aéreas da Rússia.

Veja mais: Jatos comerciais “alternativos”