O ecranoplano é uma invenção da antiga união soviética e se aproveita do "efeito solo" para voar a baixas altitudes

O ecranoplano é uma invenção da antiga união soviética e se aproveita do “efeito solo” para voar a baixas altitudes

Pesquisadores do “Instituto Aerohidrodinâmico Central de Moscou” estão analisando o potencial de um projeto de cargueiro pesado que dependeria do “efeito solo” para se deslocar, um tipo de aeronave conhecida como ecranoplano.

Fabricados na época da antiga União Soviética para fins militares, o novo aparelho desta vez pode servir ao uso civil, com alcance intercontinental e capacidade para transportar até 500 toneladas em contêineres padronizados, como informou a organização russa.

Um modelo em escala reduzida vem sendo testado em túnel de vento e proposto com motor movido a gás natural, o que garantia baixas emissões de poluentes. O instituto ainda sugere desenvolver um ecranoplano para operar tanto em pistas convencionais ou a partir da água, que é o ambiente habitual deste tipo de aeronave, que também tem características de barco.

O instituto ainda acrescentou que o plano é criar um aparelho com capacidade para voar na faixa dos 3 a 12 metros de altitude, acima da água, gelo ou até mesmo terra firme.

Como funciona um ecranoplano?

O ecranoplano é uma das máquinas voadoras mais curiosas já criadas. No entanto, esse estranho aparelho voa muito baixo, raramente superando os 10 metros de altitude.

O conceito do ecranoplano de carga está sendo testado em túnel de vento

O conceito do ecranoplano de carga está sendo testado em túnel de vento (Tsagi)

O voo do ecranoplano acontece por meio do “efeito solo”, uma reação aerodinâmica onde o escoamento de ar ao redor de um corpo é interrompido pelo solo. Em outras palavras, é como se o veículo se apoiasse sobre um colchão de ar comprimido entre as asas e o chão, criando um efeito de sustentação. Aviões e helicópteros convencionais enfrentam esse efeito durante pousos e decolagens. O conceito, porém, funciona apenas sobre superfícies planas, normalmente sobre o mar ou um lago.

O instituto propõe distribuir a carga em contêineres padronizados

O instituto propõe distribuir a carga em contêineres padronizados  (Tsagi)

Além da Rússia, ecranoplanos também já foram desenvolvidos na Alemanha, França, Irã, China e Austrália, com propósitos militares ou recreativos. Atualmente nenhum modelo é produzido em série.

Veja mais: Mil V-12, o helicóptero de 100 toneladas