Bell 525 Rentless: novo helicóptero usa sistema "fly-by-wire)

Bell 525 Rentless: novo helicóptero usa sistema “fly-by-wire)

Um dos mais avançados helicópteros comerciais do mundo, o Bell 525 Rentless sofreu um acidente fatal nesta quarta-feira (6) no estado do Texas (EUA). Um dos três protótipos do modelo se chocou contra o solo enquanto fazia um voo de teste – os dois pilotos não resistiram.

A Bell divulgou uma curta nota no Twitter: “um Bell 525 se envolveu num acidente enquanto fazia voos de testes ao sul das nossas instalações em Xworx, Arlington, Texas. Infelizmente, o acidente resultou na morte dos dois tripulantes. É um dia devastador para a Bell Helicopter”. A empresa afirmou que já começou a investigar o caso, assim como o NTSB, órgão americano de segurança aérea.

O Bell 525 é um projeto ambicioso da empresa americana. Capaz de transportar até 20 passageiros, o helicóptero tem como clientes potenciais empresas que operam em plataformas de petróleo, que fazem o transporte dos funcionários dessa forma, e bilionários, cujo espaço interno privilegiado do modelo permite configurações mais exclusivas.

O local do acidente do Bell 525: dois pilotos mortos

O local do acidente do Bell 525: dois pilotos mortos

Fly-by-wire

O novo helicóptero também é inovador por contar com o sistema ‘Arc Horizon’, um conjunto de equipamentos que inclui o chamado ‘cockpit de vidro’, ou seja, um painel com diversas telas de LCD, visibilidade superior e também recursos automatizados, que aliviam a carga de trabalho dos pilotos. O Bell 525 também será o primeiro helicóptero comercial do mundo a usar o recurso “fly-by-wire” por completo.

Presente na aviação comercial desde o final da década de 80, o sistema ‘fly-by-wire’ utiliza controles de voo com acionamento elétrico e moderação por computadores avançados. A novidade, inclusive, fez com que o FAA, o órgão que homologa aeronaves nos Estados Unidos, preparasse uma certificação especial para o modelo.

O novo Bell 525 pode ter uma configuração bastante luxuosa

O novo Bell 525 pode ter uma configuração bastante luxuosa

Além do protótipo perdido, que aparentemente é o primeiro a voar em julho do ano passado, a Bell tem outros dois exemplares no programa, além de mais uma dupla prestes a entrar em operação.

O Bell 525 Relentless (Implacável) foi anunciado durante a feira Heli-Expo de 2012 e a empresa esperava homologá-lo em 2017 para entregar as primeiras unidades nos meses seguintes.

Veja também: Bell leva helicóptero quase ao topo do Everest