Versão de guerra eletrônica Grooler EA-18G

Versão de guerra eletrônica Grooler EA-18G

O Boeing F/A-18 Super Hornet foi desenvolvido a partir do F/A-18 Hornet originalmente projetado nos escritórios da McDonnel Douglas – que equipa a Marinha dos Estados Unidos desde a década de 80. O modelo ‘E’ é a versão monoposto e o biposto é referido como F/A-18F. O Hornet foi criado como um caça e plataforma de ataque relativamente baratos, mas possuía alcance de combate muito curto usando combustível interno. O Super Hornet é mais do que uma nova aeronave: é maior e sofreu consideráveis melhoramentos em relação à antiga versão incorporando os avanços da época como aviônica, materiais e grupo propulsor.

O Super Hornet pode carregar uma ampla gama de armamentos, alternando rapidamente do perfil de defesa aérea para ataque ou reconhecimento. Também pode operar como aeronave de reabastecimento aéreo. A última versão do Super Hornet é denominada Grooler EA-18G para missões de guerra eletrônica semelhante ao Northrop Grumman EA-6B Prowler.

Hoje os Super Hornet F/A-18E substituem os aposentados e veneráveis Northrop Grumman F-14D Tomcat nas tarefas de defesa da frota da marinha norte-americana.

Vista lateral do Boeing F/A-18E Super Hornet (Hercules Araújo)

Vista lateral do Boeing F/A-18E Super Hornet (Hercules Araújo)

Ficha técnica: Boeing F/A-18 Super Hornet

Origem: Estados Unidos
Fabricante: Boeing
Tripulação: 1-2
Comprimento: 18,31 m
Envergadura: 13,62 m
Altura: 4,88 m
Peso vazio: 13.387 kg
Peso máximo de decolagem: 29.937 kg
Motorização: 2 x General Electric F-414-GE-400 turbojato
Velocidade máxima: 1.915 km/h
Grande altitude:
Baixa altitude:
Alcance (km): 1.443 km
Raio de combate:
Teto de serviço: 18.288 m
Armamento: 8.050 kg
Metralhadora:  1 × M61A1 20mm
ar-ar: 4× AIM-9 Sidewinder
4× AIM-132 ASRAAM
4× AIM-120 AMRAAM
ar-terra: AGM-65 Maverick
AGM-88 HARM
AGM-154
bombas: JDAM
Mk 80
CBU-87 Cluster
CBU-89
CBU-97
Mk 20 Rockeye II