Havendo interessados em comprá-los, a Embraer pode transformar os conceitos em realidade (Embraer)

Havendo interessados em comprá-los, a Embraer pode transformar os conceitos em realidade (Embraer)

A divisão de aviação executiva da Embraer apresentou neste mês duas opções conceituais de interior para o jato Lineage 1000E que extrapolam o luxo. Chamadas de “Hollywood” e “Manhattan”, as cabines desses aviões são decoradas seguindo o tema Art Déco, famoso nas décadas de 1920 e 1930. Os conceitos foram elaborados pelo time de design da fabricante brasileira nos Estados Unidos, hoje o principal mercado da empresa no setor executivo.

Inspirada no antigo estilo de Nova York, a versão Manhattan conta com painéis de madeira de mogno e até acabamento em ouro e bronze. Um dos ambientes da aeronave traz um painel metálico semelhante ao icônico mural que decora o lobby do Empire State Building. Em outra parte da cabine, que a Embraer chamou de “Cloud Club” (Clube nas Nuvens), é apresentado um bar em estilo cosmopolita, com bancos retráteis e um divã revestido em pele de cordeiro.

Outra característica exclusiva do Lineage 1000E Manhattan é a janela panorâmica inspirada em projetos de Jean-Michel Frank, famoso decorador francês do início do século XX. A versão ainda conta com a sala “The Crystal Room”, para seis passageiros (ou “hospedes”, como diz a Embraer).

Já a versão Hollywood é inspirada na época dos filmes preto e branco, com cores quentes e claras, além de detalhes cromados. A entrada da aeronave conta com um painel em relevo 3D, que conta a história de Hollywood, incluindo imagens do “barco-voador” Spruce Goose (o maior avião da história), do lendário aviador norte-americano Howard Hughes, e da Sunset Tower, um dos hotéis mais famosos dos EUA.

O Lineage 1000E Hollywood também possui um Cloud Bar, com decoração Art Déco, e bancos com tecido dourado. A cabine dessa versão ainda inclui esculturas de cristal iluminadas, enquanto a sala de jantar, a “VIP Crystal Room”, é decorada com elementos prateados.

As duas versões “glamourosas” do jato executivo da Embraer têm interiores divididos em cinco zonas. Os três primeiros ambientes servem como espaços de encontros abertos, enquanto os demais são reservadas para o descanso e conversas íntimas. Os dois modelos são configurados para acomodarem até 19 passageiros.

Como explica a Embraer, os modelos Hollywood e Manhattan são uma forma de demonstrar a flexibilidade do Lineage e a criatividade da empresa em design. Apesar de se tratarem de interiores conceituais, a empresa afirma que tecnicamente é possível configurar a aeronave com esses novos temas. Para fabricá-los basta haver compradores: o preço do maior jato executivo da fabricante brasileira começa em cerca de US$ 80 milhões.

Veja mais: Embraer apresenta E195-E2, o maior avião desenvolvido no Brasil