Até 30 de junho, a Embraer somou 417 aeronaves comerciais encomendadas (Embraer)

Até 30 de junho, a Embraer somou 417 aeronaves comerciais encomendadas (Embraer)

A Embraer divulgou nesta terça-feira (11) o volume de entregas de aeronaves no segundo trimestre deste ano. Segundo a fabricante, foram entregues 35 jatos no segmento de aviões comerciais e 24 unidades no setor de aviação executiva, sendo 16 jatos leves e oito grandes.

Como explica a empresa, o número de entregas na aviação comercial subiu 35% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a parte de aviação executiva entregou cinco jatos grandes a mais do que no segundo trimestre de 2016, embora no total tenham sido entregues duas unidades a menos.

No período citado, a Embraer entregou 31 jatos E175, dois E190 e dois E195, enquanto a parte executiva realizou a entrega de quatro Phenom 100, 12 Phenom 300, quatro Legacy 450, três Legacy 500 e um Legacy 650.

Até 30 de junho, a carteira de pedidos firmes (quando o contrato já foi assinado) a entregar na aviação comercial totalizava US$ 18,5 bilhões. Ao todo, a Embraer tem 417 aeronaves comerciais encomendadas e opções de compra para mais 542.

Neste ano, somando os resultados do primeiro e segundo trimestre, a Embraer entregou 92 aeronaves (53 jatos comerciais e 39 executivos).

Destaques do segundo trimestre

A participação da Embraer na 52º edição do Paris Air Show, na França, rendeu à empresa encomendas de até 51 aeronaves por cerca de US$ 3 bilhões.

Durante o evento foram anunciados pedidos firmes e compromissos para a nova família e jatos E2 de clientes ainda não divulgados. O pedido firme pela segunda geração dos E-Jets consiste em 10 jatos E195-E2 e um compromisso de compra de 20 jatos E190-E2.

Ainda no evento em Paris, a Embraer também anunciou um pedido firme da companhia aérea Belavia, da Bielorrúsia, para duas aeronaves da atual geração de E-Jets: um E175 e um E195, ambos com entrega programada para 2018.

O E195-E2 e o KC-390 são alguns dos principais destaques do Paris Air Shoe deste ano (Embraer)

O E195-E2 e o KC-390 são alguns dos principais destaques do Paris Air Shoe deste ano (Embraer)

Houve também encomendas das empresa japonesas Fuji Dream Airlines e Japan Airlines (JAL). A primeira encomendou três jatos E175, com direitos de compra para mais três aeronaves do mesmo modelo, enquanto a JAL assinou um contrato de compra para um E190.

Mais um pedido realizado durante o salão em Paris veio da KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM, por dois jatos E190.

Outro destaque do trimestre foi o contrato assinado com o American Airlines Group para quatro jatos E175, no valor de US$ 182 milhões, anunciado em abril.

Aviação executiva

Os principais destaques da Embraer na aviação executiva durante o segundo trimestre deste ano foram a entrega da aeronave de número 1.100, a venda de três Legacy 650E para a Air Hamburg, da Alemanha, que se tornou cliente-lançador dessa aeronave, e o avanço das entregas do novo Phenom 100EV para mercados como Brasil e México.

Veja mais: Em ano “transformador”, Embraer apresenta novos aviões em Paris