O programa KC-390 prevê a construção de apenas dois protótipos (Embraer/Twitter)

O programa KC-390 prevê a construção de apenas dois protótipos (Embraer/Twitter)

A Embraer mostrou nessa segunda-feira (14), pelo Twitter, o segundo protótipo do KC-390, o maior avião já desenvolvido no Brasil. De acordo com a fabricante, o novo aparelho vai se juntar a campanha de testes “em breve”. O projeto da aeronave militar está na chamada fase de “ensaios de voo”, onde todos os componentes e performance são testados.

Segundo o programa Conexão FAB, o primeiro KC-390 já acumula cerca de 150 “horas de voo”, a “quilometragem” da aviação. O protótipo voa em média duas vezes por dia e a próxima fase envolve voos por outras regiões do Brasil e também no exterior. O modelo tem uma viagem programada aos Estados Unidos, onde será testado em ambientes frios e pistas de gelo.

“Nós estamos na fase de ensaios de voo, que tem o objetivo de concluir o desenvolvimento e fazer a certificação do avião. Todos os aspectos que foram desenvolvidos na engenharia são agora ensaiados e confirmados”, explicou Paulo Gastão, diretor da Embraer responsável pelo projeto KC-390, ao programa da Força Aérea Brasileira (FAB).

O projeto KC-390 prevê a construção de apenas dois protótipos e a certificação do modelo por órgãos de aviação deve acontecer no segundo semestre de 2017. Esse documento libera o avião para ser entregue aos seus primeiros compradores. O cliente-lançador do aparelho será a FAB, que tem uma encomenda de 30 aeronaves – o KC-390 vai substituir os C-130 Hércules.

Os primeiros KC-390 em versão definitiva estão programados para serem entregues a força nacional a partir de 2018. Outros países que apresentaram “inteções de compra” pela novo avião militar da Embraer foram Argentina, Chile, Colômbia, Portugal, Republica Tcheca e Suécia. O governo italiano também já demonstrou interesse pelo projeto e o avião também oferecido ao Canadá.

A Embraer ofereceu uma versão de busca e salvamento do KC-390 ao Canadá (Embraer)

A Embraer ofereceu uma versão de busca e salvamento do KC-390 ao Canadá (Embraer)

O avião da Embraer será capaz de cumprir diversas funções com a FAB. As principais serão o transporte logístico e reabastecimento aéreo de outras aeronaves, como caças ou até outro KC-390, que também será equipamento com uma sonda especial para receber combustível durante o voo. Além disso, poderá transportar veículos militares, como jipes e tanques, lançar paraquedistas e operar em missões de busca e salvamento.

O KC-390 foi projetado para decolar pesando até 81 toneladas (Embraer)

O KC-390 foi projetado para decolar pesando até 81 toneladas (Embraer)

Segundo dados preliminares da fabricante, o KC-390 pode voar a velocidade máxima de 870 km/h e tem alcance de até 4.800 km com peso máximo de decolagem de 81 toneladas. A aeronave tem 35,2 metros de comprimento e 35 m de envergadura. Como comparação, o Boeing 737-800, como os da frota da companhia Gol, tem 39,5 m de comprimento e 34,3 m de envergadura.

O preço de cada Embraer KC-390 e é estimado em cerca de US$ 85 milhões.

Veja mais: FAB chega aos 75 anos à espera de aviões modernos