O Airlander 10 pode transportar até 10 toneladas de carga (Divulgação)

O Airlander 10 pode transportar até 10 toneladas de carga (Divulgação)

A maior máquina voadora da atualidade, o enorme dirigível Airlander 10, decolou pela primeira vez nessa quinta-feira (17), no norte de Londres, na Inglaterra. O primeiro voo de teste do aparelho durou 20 minutos e foi realizado com sucesso, como informou a empresa britânica Hybrid Air Vehicles (HAV), que trabalha no projeto desde 2013.

Com 91 metros de comprimento, o Airlander 10 é quase 20 metros mais longo que o Airbus A380, o maior avião de passageiros mundo. A aeronave ainda tem 34 metros de largura, 26 m de altura e pode decolar com peso máximo de 20 toneladas, sendo metade de carga.

Para voar, o aparelho precisa ser inflado com 38.000 m³ de gás hélio e a propulsão fica por conta de quatro motores V8 turbodiesel, cada um capaz de gerar 325 cavalos de potência. Segundo a HAV, em missões tripuladas o Airlander 10 pode permanecer voando por cinco dias, ou então por duas semanas de forma ininterrupta, se controlado remotamente.

O plano do fabricante é oferecer o dirigível para funções como “guindaste” voador, no ramo da construção cívil, ou ainda como plataforma para serviços de comunicação e pesquisas científicas, além de também ser sugerido como um meio de busca e salvamento. Apesar do enorme porte, a aeronave não precisa de uma pista para alçar voo, o que aumenta ainda mais sua versatilidade em diferentes missões.

O desenvolvimento do Airlander 10 começou em 2010 nos Estados Unidos, a pedido do Exército (US Army) para uma aeronave “inteligente” de longo alcance. O programa, na época assumido pela fabricante Northrop Grumman, foi cancelado pelo Pentágono em 2013 por falta de verbas. Nesse mesmo, a HAV adquiriu o projeto e assumiu a construção do aparelho.

De acordo com dados da ficha técnica, o Airlander 10 foi projetado para voar a velocidade máxima de 150 km/h e se descolar por um raio de 6.000 km a partir de sua base. Até 2021, a empresa britânica planeja fabricar 10 unidades do dirigível.

O primeiro Airlander 10 foi batizado como “Martha Gwyn”, em homenagem a esposa do presidente da HAV, Philip Gwyn.

Apesar do tamanha avantajado, o dirigível britânica tem apenas uma fração do tamanho do famoso Zeppelin Hindenburg, a maior máquina criada pelo homem que já voou, com 245 metros de comprimento e mais de 200 toneladas de peso.

Veja mais: Quando os porta-aviões voavam…