A Delta Airlines é uma das maiores companhias dos EUA e do mundo (Delta)

Boeing 767-300 será usado na rota Rio-Nova York a partir de dezembro (Delta)

Aos poucos, as companhias aéreas estrangeiras voltam a ver potencial no mercado brasileiro após uma longa recessão ter feito com que muitos voos fossem suspensos. A Delta Airlines, por exemplo, decidiu lançar um novo voo entre o Rio de Janeiro e Nova York. A frequência será diária e terá início em 21 de dezembro, embora dependa de aprovação do governo americano.

Será o segundo voo da Delta no aeroporto do Galeão – a empresa já voa entre o Rio e o hub da empresa em Atlanta diariamente. E, assim como este voo, a rota para Nova York também será operada pelo Boeing 767-300. “A Delta continua a expandir suas rotas e demonstrar nosso compromisso com o mercado brasileiro e em estreitar a aliança com nossa parceria Gol”, declarou Luciano Macagno, diretor da companhia para o Brasil. A Delta quer aproveitar a malha aérea da Gol a partir do aeroporto internacional do Rio para distribuir passageiros para outros destinos no país.

O 767-300 que será usado no novo voo tem configuração para 210 passageiros em duas classes. São 143 assentos na classe econômica, 32 na ‘Delta Comfort+’, com espaço maior para as pernas, e 35 poltronas na executiva que reclinam 180 graus e que possuem disposição individual.

Além do Rio de Janeiro, a Delta opera outras quatro frequências a partir de São Paulo com destino a Orlando, Atlanta, Nova York e Detroit.

Veja também: Delta troca 767-400 pelo A330 no voo São Paulo-Detroit